Meus resultados com jejum intermitente: como eu emagreci

Graças ao jejum intermitente, em sete meses e meio eu perdi cerca de:

22 kg;
10,5% de gordura corporal;
100 centímetros de cintura.
Devo esses resultados inteiramente ao jejum intermitente, já que nos primeiros meses não conseguia nem me exercitar devido a uma fratura no pé.

Depois da faculdade eu fiquei, pelo menos, uns 5 anos na categoria “acima do peso” (graças a maus hábitos, muita viagem e comida fora de casa), antes de passar para a próxima categoria “obesa”, onde eu fiquei por mais uns 5 anos (graças ao início do estresse, muito trabalho até tarde e viagens).

E agora, de acordo com o meu IMC, estou finalmente na categoria peso normal.

Os resultados com jejum intermitente são reais. Leia até o final. Crédito: @sumayakazi.

Eu tentei de tudo, desde Jenny Craig (considerada nos Estados Unidos uma guru da perda de peso), academia de 4 a 5 vezes na semana, até preparar minhas refeições semanalmente.

Não vou dizer que não obtive resultados com essas tentativas. Eu até via algum avanço, mas eu não conseguia manter uma rotina e então eu entrava no efeito “sanfona” (emagrece – engorda – emagrece…).

O jejum intermitente foi a forma mais simples que eu encontrei para melhorar minha saúde e a mais fácil de manter um ritmo, incorporando-a na minha rotina.

Este é um guia simples de como eu adotei o jejum intermitente na minha rotina.

O que é o jejum intermitente?
O jejum existe a milhares de anos e, com frequência, é praticado por religiões e utilizado por médicos.

Existem muitos estudos que comprovam os benefícios de jejuar. Entre eles estão:

Reduzir o risco de diabetes tipo 2;
Reduzir os níveis de colesterol;
Aumentar a resistência do corpo ao estresse oxidativo (que está ligado ao envelhecimento e muitas doenças crônicas);
Reduzir a inflamação (essencial para evitar doenças comuns);
E… perda de peso!
O benefício de perda de peso foi o que despertou meu interesse em jejum intermitente.

Como na maioria das abordagens para perda de peso, o objetivo é reduzir calorias sem desnutrição. Porém, o jejum intermitente foca em quando comer e quando não comer.

Existem vários tipos de jejum intermitente, mas neste guia rápido só vou compartilhar o estilo que eu utilizei.

O que você precisa saber antes de começar o jejum intermitente
Eu sei que muitos estão ansiosos para começar logo, mas o jejum intermitente não é para todos.

A prática de jejuar não é recomendada para:

Mulheres grávidas;
Mulheres que estão amamentando;
Pessoas com diabetes ou outras pessoas que precisam regular com frequência o açúcar no sangue.
Além disso, não houve pesquisas conclusivas com participantes abaixo do peso, muito idosos ou muito jovens (menores de 18 anos), e essas pessoas estão em maior risco de sofrer as consequências negativas do jejum intermitente.

Então, por favor, antes de começar:

Viste um médico: Converse sobre o seu interesse no jejum intermitente. Certifique-se de que tudo bem você jejuar.
Pesquise mais sobre o jejum intermitente: Aprenda além do que irei compartilhar aqui. Veja se existe um estilo diferente de jejum intermitente que seja mais adequado para você e suas necessidades. Apesar de existirem várias pesquisas sobre os benefícios do jejum, tente também estar por dentro das potencialidades negativas dessa prática, que pode afetar o sono, o estado de alerta, desempenho cognitivo-motor, humor e até evidenciar distúrbios alimentares.
Assista o documentário da BBC “Coma, Jejue e Viva mais”: Se você quiser entender como funciona um dia todo de jejum. O documentário se concentra em um estilo específico chamado “jejum em dias alternados”. Foi esse documentário que me ajudou a tomar a decisão de tornar o jejum intermitente um estilo de vida.
Medidas e ferramentas para acompanhar (e motivar) a perda de peso
Aqui estão algumas dicas que me ajudaram ao longo da jornada.

Balança:

Eu utilizo a balança digital dos “Gurus do Peso” que possui conexão com o smartphone. Ela mede o peso, a gordura corporal, a massa muscular e muito mais. Uma balança digital simples também serve.

Aplicativo de acompanhamento de perda de peso:

Eu amo o aplicativo Happy Scale. Ele mostra como está indo sua perda de peso, permite que você divida a perda de peso em metas e até em metas bem pequenas e possíveis e possa prever com base na sua taxa atual de perda de peso quando será possível atingir seus objetivos e muito mais.

Meu progresso de perda de peso. Menos 22 kg em 7 meses. Crédito: @sumayakazi.

Os dois itens acima são os mais úteis, e eu e meus amigos usamos diariamente.

Os próximo itens são coisas adicionais que eu utilizo para medir o “sucesso”, mas não são coisas que você precisa necessariamente fazer ou adiar o começo da sua pratica de jejum por isso.

Eu adoro dados, então eu optei por registrar mais algumas coisas:

Progresso visual:

Tire fotos do início. Pode ser desconfortável, especialmente agora que está começando, mas você será grato por elas mais tarde.

Medidas:

Eu também optei por fazer medições com fita métrica. Eu tirei as medidas quando eu comecei e depois repetia o processo a cada quatro semanas, mais ou menos. Às vezes a balança não demonstra todo o seu progresso.

Leia: 13 celebridades que mudaram radicalmente de visual (e continuaram lindas)
Aplicativo de calorias:

Eu uso o aplicativo MyFitnessPal para rastrear minhas calórias em “janelas de refeição”, mas eu não uso sempre. Só utilizo para ter uma noção de quanto eu estou comendo e me certificar de que estou comendo o suficiente.

Planilha detalhada:

Criei um planilha onde disponho todos os itens acima para que eu possa acompanhar tendências diárias e semanais e ajudar-me a descobrir como melhorar minha experiência com o jejum intermitente.

Meu estilo de jejum intermitente: o 4:3
Eu adotei o que chamam de estilo 4:3 de jejum intermitente. Isso significa simplesmente que eu como 4 dias durante a semana e jejuo 3 dias não consecutivos.

Minha agenda semanal de 4:3 fica basicamente assim:

Domingo: janela de refeição. Eu como normalmente durante todo o dia e começo meu jejum às 9 da noite (isto significa que eu paro de comer ou beber qualquer coisa com calorias).
Segunda-feira: dia de jejum. Em dias de jejum eu só bebo café, chá, bebidas não calóricas e água (água com gás e sabor tem sido incríveis durante o jejum). Eu adiciono um pouco de creme no meu café, e essas são as únicas calorias que eu consumo em dia de jejum. Se eu sinto fome durante o jejum, bebo uma garrafa ou lata de água com gás e isso me ajuda a passar o dia.
Terça-feira: janela de refeição. Eu termino o jejum às 9 horas da manhã. Eu faço as refeições do dia normalmente. O total de calorias que eu como é o meu intervalo de gasto energético diário total (eu uso essa ferramenta para calcular meu TDEE). Começo meu jejum novamente às 9 horas da noite.
Quarta-fera: dia de jejum. Igual segunda-feira.
Quinta-feira: janela de refeição. Igual terça-feira.
Sexta-feira: dia de jejum. Igual segunda-feira e quarta-feira.
Sábado: janela de refeição. Igual terça-feira e quinta-feira.
Domingo: janela de refeição. Igual terça-feira, quinta-feira e sábado.
Em resumo:

Segunda, quarta e sexta: dia de jejum
Terça, quinta, sábado e domingo: janela de refeição.
Repita semana a semana e você perceberá a diferença. Para quem é mais visual essa é a minha agenda:

Cronograma para aderir ao jejum intermitente. É assim que eu faço. Crédito @sumayakazi.

Começo o meu jejum às 9 horas da noite e termino dois dias depois às 9 horas da manhã, mas esses prazos também podem ser alterados. Alguns dos meus amigos preferem 7 da manhã / 7 da noite, outros 8 da manhã / 8 da noite. Você pode adaptar seus horários de acordo com a sua rotina.

Descobri que os jejuns no estilo 4:3 funcionaram bem para os meus amigos e para mim com base no nosso horário de trabalho, vida familiar e objetivos pessoais de saúde.

Eu gosto desse jejum de um dia inteiro, pois funciona como um interruptor liga/desliga — eu não penso em comer em dias de jejum e em dias de comida se eu comer demais, eu não me sinto culpada por isso (já que eu estou comendo em déficit durante a semana).

Leia também: Kifina reclame aqui

Acho mais fácil reduzir as calorias ao longo de uma semana (usando o estilo 4:3 de jejum intermitente) em vez de todos os dias (tentando comer menos diariamente).

Dicas para as primeira duas semanas de jejum intermitente
As primeiras duas semanas podem parecer desafiadoras, já que seu corpo está tentando se ajustar, mas, depois de passar por isso, o jejum se tornará um hábito. A seguir estão algumas dicas.

Leia também: como fazer Jejum Intermitente

Em dias de jejum:

Tenha água sempre por perto (especialmente água com gás), ajuda muito. Conte para amigos, familiares, colegas que você está tentando o jejum intermitente. Você se surpreenderá em como as pessoas vão te apoiar.
Se você precisar de “ajuda” para passar por um dia de jejum, você pode comer até 500 calorias, sem que tecnicamente você quebre o jejum. Essas 500 calorias podem ser utilizadas como um muleta para você passar pelos primeiros dias de jejum. Mas depois de duas semanas você não deveria mais precisar disso.


Leia também: Phytophen reclame aqui
Se por algum motivo você quebrar o seu jejum (e comer mais de 500 calorias), conte o dia como um dia de comer e coma o valor total de calorias do seu dia (seu TDEE). Não tente jejuar no dia seguinte e mantenha sua programação semanal.
Em dias de refeição:

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

Eu descobri que comer bastante proteína, especialmente durante o meu café da manhã, almoço e jantar, me mantém mais saciada nos meus dias de jejum.
É muito importante comer o valor de calorias do seu dia inteiro, já que você já está comendo com um déficit em seus dias de jejum. Não pule refeições ou tente comer menos.
Rede de suporte ao jejum intermitente

Jejum intermitente emagrece? Sim, se feito com cuidado e dedicação. Crédito: @sumayakazi.

Jejum intermitente pode ser um desafio, especialmente no início, e é por isso que ter apoio desde cedo é importante. Eu tenho sorte que minha irmã, meu irmão e bons amigos estão todos jejuando comigo agora (o que torna o estilo de vida mais fácil).

Encorajo-vos a apresentar o jejum intermitente a um amigo, familiar ou colega, para que você possa experimentá-lo juntos! Além disso, há ótimos grupos de suporte no Facebook.

Isso encerra meu guia de início rápido de jejum intermitente. Espero que você se inspire com meus resultados e siga na direção certa!

Massagem Redutora

Com sessões de massagem redutora, é possível ficar com o corpo perfeito.
Artigo publicado por Aline Silveira nas categorias: Estética
Atualmente, na busca pelo corpo perfeito, homens e mulheres correm pelas clínicas de estética a procura do método mais fácil e eficiente para a perda de peso. Então, elas espalham cartazes de diferentes aparelhos e massagens que proporcionam a diminuição de medidas em pouco tempo. Uma delas é a massagem redutora, que promete a modelagem do corpo com a eliminação da gordura localizada, do inchaço pela retenção de líquidos e da amenização das celulites. Sendo assim, conheça melhor a massagem redutora para experimentá-la.

Como Funciona a Massagem Redutora
Diferente da massagem modeladora, que é feita por todo o corpo, a redutora se foca em locais específicos como o abdômen e o culote. O esteticista passa um creme redutor com propriedades drenantes e lipolíticas para que suas mãos deslizem mais facilmente pelas regiões escolhidas. Daí, serão realizados movimentos de amassamentos e de deslizamento profundos a fim de atingir a camada dos músculos para mobilizar o tecido adiposo.

Com isso, a região ficará aquecida por causa do aumento da circulação sanguínea. Desse modo, as células adiposas se romperão e a gordura será enviada para a corrente sanguínea, que a eliminará pela urina em seguida. Do mesmo modo, toxinas e resíduos serão eliminados, o que contribui para o controle das celulites.

Contudo, para sentir os seus efeitos com mais rapidez, não deixe de praticar atividades físicas periodicamente e de fazer uma dieta balanceada e equilibrada.

A Massagem Redutora é Dolorida?
Como os movimentos são fortes e repetitivos, a massagem redutora causa dores locais sim. Portanto, se você não possui tolerância à dor, prefira a drenagem linfática, que é mais leve e delicada, apesar de não causar os mesmos efeitos.

No entanto, não é porque usa de amassamentos profundos que essa massagem deve deixar hematomas nas pacientes, a não ser que possuam fragilidade capilar. Nesses casos, a drenagem linfática também é a mais indicada.

Leia também: massagem redutora antes e depois

Caso contrário, os hematomas e os roxos são sinais de que alguns vasos sanguíneos se romperam, o que não é comum nesse tipo de massagem. Por isso, se isso acontecer com você, troque de esteticista ou converse com ele para que ele amenize os movimentos na próxima sessão.

Quanto Tempo Dura Cada Sessão
Por ser realizada com movimentos fortes, a sessão da massagem redutora dura em média 40 minutos. E para sentir os seus efeitos, são necessárias entre 8 e 10 sessões.

Leia também: Kifina é bom

Onde Fazer e Quanto Custa
Antes de escolher a sua clínica de estética, peça por indicações para amigos e parentes, pois essa é a melhor forma de saber qual é a melhor opção. Mas se não conhecer ninguém que tenha feito a massagem redutora, vale a pena pesquisar por indicações na internet. Caso contrário, visite a clínica e veja se ela é higiênica e se os profissionais possuem certificados.

Leia também: Farinha seca barriga é bom

E não corra o risco de fechar pacotes com várias sessões antes de conhecer as mãos do profissional que vai te tratar, porque isso poderá te trazer prejuízos. Sendo assim, passe por 1 ou 2 sessões para saber se continua a fazê-las ou não.

Leia também: Phytophen é bom

Tipos de chá e seus benefícios

O chá é uma bebida que traz inúmeros benefícios para a saúde porque contém água e ervas com propriedades medicinais que podem ser úteis para prevenir e ajudar a tratar diversas doenças como gripe, por exemplo. Os chás podem ter propriedades calmantes, estimulantes, diuréticas ou expectorantes, por exemplo.

O chá, sem açúcar, não tem calorias e é uma boa forma de aumentar a ingestão de água. Além disso, o chá, na sua grande maioria, é rico em minerais e antioxidantes naturais.

Leia também: comprar Kombucha

Chá verde com gengibre para emagrecer Chá de equinácea para gripe e resfriado Chá de funcho para gases
Chá para emagrecer
Alguns exemplos de chás para emagrecer são o chá verde e o gengibre porque possuem propriedades diuréticas que levam à eliminação de líquidos e toxinas do organismo, sendo ótimos para desinchar. Para ajudar a emagrecer não devem ter açúcar ou mel.

Como preparar: Colocar 1 colher de (sopa) de chá verde + 1 cm da raiz de gengibre + 1 litro de água num bule e deixar ferver por 5 minutos. Esperar 5 minutos, coar e tomar ao longo do dia.

Chá para gripe e resfriado
Alguns bons exemplos de chás para gripe são a equinácea, o hortelã e o anis verde. O anis possui propriedade expectorante sendo muito útil para fluidificar as secreções facilitando a respiração. A equinácea e a hortelã aumentam o sistema imune encurtando o tempo da gripe e do resfriado.

Como preparar: Colocar 1 colher (sopa) da erva desejada numa xícara com água fervente. Deixar amornar, coar e beber a seguir. Pode ser consumido várias vezes ao dia e pode ser adoçado com mel porque o mel possui antioxidantes que ajudam na recuperação.

Leia também: Phytophen funciona

Chá para acalmar
Alguns bons exemplos de chás para acalmar são camomila, erva-cidreira e a flor do maracujá, que é a passiflora. Estas plantas medicinais possuem propriedade sedativa que ajuda a acalmar o sistema nervoso, deixando o indivíduo mais calmo e tranquilo. Outra planta medicinal que também é muito útil para acalmar são as flores da alfazema porque ela combate a ansiedade e favorece o sono.

Como preparar: Colocar 1 colher (sopa) da erva desejada numa xícara de água fervente. Deixar esfriar, coar e beber a seguir. Pode-se tomar 3 a 4 vezes ao dia.

Chá para gases
Alguns bons exemplos de chás para gases são funcho, alcaravia e anis-estrelado porque eles possuem propriedades que ajudam na digestão e combatem os gases de forma eficaz, tendo em geral efeito, em poucos minutos.

Leia também: Kifina

Como preparar: Colocar 1 colher (chá) de sementes de funcho, folhas picadas de alcaravia ou de anis-estrelado numa xícara de água fervente. Esperar 3 minutos, coar e tomar logo a seguir.

Chá para dor de cabeça
Um bom chá para dor de cabeça pode ser o chá feito da casca do salgueiro porque ele tem efeito analgésico, anti-inflamatório e febrífugo que ajudam a aliviar a dor e o desconforto causado pela dor de cabeça.

Como preparar: Ferver 1 colher (sopa) das cascas de salgueiro picadas juntamente com 1 xícara de água e deixar ferver por 5 minutos. Deixar amornar, coar e beber a seguir.

Como preparar chás
Para preparar chás corretamente e aproveitar ao máximo seus benefícios deve-se seguir algumas recomendações importantes tais como:

Utilizar a dosagem das ervas medicinais recomendada pelo médico ou nutricionista;
Deixar o chá repousar num recipiente de vidro ou porcelana, para que não haja vestígios de ferro ou alumínio que podem ser prejudiciais à saúde;
Despejar a água fervente sobre as folhas, flores ou o caule da planta medicinal durante 3 a 10 minutos, devidamente tapado para que os vapores não se percam;
Se fizer chá de alguma raiz, como o chá da raiz de gengibre, o gengibre deve estar dentro do bule durante a fervura para que suas propriedades sejam extraídas;
Tomar o chá logo após o seu preparo ou até 10 horas porque depois deste período as propriedades do chá se perdem e o chá pode não ter o efeito desejado.
Os chás podem ser tomados a qualquer hora do dia e até mesmo como substituição da água, mas sempre com conhecimento do médico, pois alguns tipos de chá podem ter contra-indicações.

Atividades Físicas

Atividades físicas são os movimentos corporais produzidos pelos músculos esqueléticos, que tem como resultado um gasto de energia maior do que os níveis de repouso. Sendo assim, não são apenas os exercícios praticados dentro de uma academia, ou durante uma corrida, eles estão presentes no nosso dia a dia ao varrer a casa, ao caminhar até a parada de ônibus…é importante tentar integrar de uma forma mais abrangente a vida diária às atividades físicas, por exemplo: utilizar as escadas ao invés do elevador, passear com o cachorro, ir ao supermercado a pé, fazer jardinagem, entre outras formas.

Para que as atividades físicas se tornem mais benéficas e realmente melhorem a qualidade de vida, é ideal ter um tempo reservado para exercícios físicos de uma forma mais direcionada, como caminhada, musculação, natação, etc. A atividade física é fundamental para todos, independente da idade, e quando combinada com uma alimentação saudável, é possível garantir um corpo saudável e um grande bem-estar.

Importância das Atividades Físicas
As atividades físicas, sem dúvida alguma proporcionam uma alta qualidade de vida. Praticar exercícios regularmente ajuda a manter uma boa saúde mental e corporal, em qualquer idade.

Mas, infelizmente essa não é a realidade que estamos vivendo, ao mesmo tempo que existem pessoas preocupadíssimas com a alimentação e com o corpo, existem outras que se entregam cada vez mais ao sedentarismo. Pesquisas afirmam que mais de 60% dos adultos que vivem em áreas urbanas, não praticam exercícios regularmente. É possível observar um grande índice de aumento do sedentarismo, e consequentemente da obesidade, que está diretamente ligado ao estilo da vida moderna. Hoje os exercícios estão cada vez mais reduzidos, por conta da tecnologia que substitui práticas que antes dependiam do nosso esforço, e também pelo tempo, que é cada vez mais acelerado e escasso, as refeições precisam ser mais rápidas, e o tempo para as atividades físicas é substituído pela televisão, computador, videogame etc.

Desde o seu surgimento, o homem já foi condicionado à diversas práticas físicas e sempre foi ativo. Antigamente tudo o levava a se exercitar com grande frequência, andava muito de um lugar ao outro, não tinha a ajuda dos transportes, o trabalho era braçal, tudo era fruto do esforço. Com o passar do tempo, e principalmente com a Revolução Industrial, a troca do campo pela cidade e o surgimento de máquinas e transportes, passaram a favorecer a diminuição dessas atividades, que estão cada vez mais reduzidas.

No Brasil, esse modo de vida acelerado e sedentário, é responsável por, em média, 54% do risco de morte por infarto, e 50% do risco de morte por derrame cerebral, duas das principais causas de morte no país.

Benefícios das Atividades Físicas
As atividades físicas são benéficas para todo o organismo, a começar pela importantíssima função de fortalecer os ossos, articulações e músculos, proporcionando mais resistência, flexibilidade, equilíbrio corporal, agilidade, e principalmente, um bom condicionamento físico, melhorando as condições de funcionamento do sistema cardiorespiratório.

A qualidade de vida é muito maior quando se tem o hábito de praticar exercícios, pois aumenta a disposição, a facilidade para certas coisas, melhora o sono, a alimentação, o humor, o aspecto da pele, ajuda na superação de limites, na vida sexual, entre outros milhares de benefícios.

Outro fator muito importante, é o controle ou a perda de peso e a redução da gordura corporal através dos exercícios. Pessoas com o peso inadequado, e com um alto índice de gordura possuem grandes riscos de contraírem graves doenças, principalmente as cardiovasculares. Quem possui hábitos corretos e uma rotina de atividades físicas, diminui cerca de 40% do risco de problemas no coração, pois ele trabalha de forma muito mais eficaz e segura. Proporcionam também a redução da pressão arterial, do colesterol, e melhora a diabetes. Alguns problemas respiratórios também podem ser resolvidos com a prática de atividades físicas, pois ajudam a fortalecer os pulmões, fornece mais energia, fôlego, oxigênio e nutrientes aos tecidos.

A atividade física ajuda o corpo a usar as calorias de forma eficaz e aumenta a taxa metabólica nasal, portanto faz com que o organismo use mais calorias do que o normal ao ser exercitado. Essa taxa metabólica, é baseada nas funções do organismo, como a respiração, digestão, frequência cardíaca e função cerebral.

Além de ser importante em diversos aspectos do corpo, essas tarefas beneficiam também a saúde mental, pois melhoram o fluxo de sangue para o cérebro, levando mais oxigênio e nutrientes, regula as substâncias que estão ligadas ao sistema nervoso, diminui o estresse, pois é relaxante para a mente e faz com que algumas substâncias relacionadas à esse comportamento, sejam eliminadas.

Por auxiliar no comportamento do indivíduo, elas fazem com que o convívio social seja melhor e mais tranquilo, aumentando também a disposição e a produtividade no trabalho.

Os exercícios físicos são importantes também para cuidar da ansiedade, depressão, auto-estima e até para o tratamento de abstinência de drogas. Realizar essas atividades é uma alternativa saudável para que o corpo e a mente elimine aos poucos a necessidade de determinada substância.

Exercícios por Idade
Atividades Físicas para Crianças
As atividades físicas para crianças são extremamente importantes para um bom crescimento e desenvolvimento do corpo e da mente. É importante que a criança comece a criar resistência, coordenação, força, equilíbrio, agilidade, velocidade, percepções tátil, auditiva e visual, noções de espaço, de tempo e de ritmo… e todos os outros benefícios que podem ser adquiridos através das atividades físicas. A atenção precisa ser especial nessa fase, pois é durante toda a infância que novas sensações são descobertas, e são os exercícios que auxiliam e proporcionam o início de uma vida saudável.

Atualmente, há uma preocupação muito grande com o alto índice de obesidade durante a infância. Antigamente as brincadeiras proporcionavam uma queima de calorias muito maior, as crianças eram acostumadas a correr mais, pular mais…hoje muitas praticam atividades físicas apenas na educação física da escola, pois no tempo livre tudo gira em torno da televisão, do computador e do vídeo-game! Esses hábitos tem proporcionado menos qualidade de vida para as crianças e aumentando o índice de sedentarismo.

A prática correta e regular de exercícios precisa começar na infância, ou seja, é importante que os pais incentivem, busquem saber quais são as atividades preferidas da criança, e proporcione a realização. Normalmente as crianças preferem atividades que sejam divertidas e que tenham contato com outras crianças. Veja algumas dicas de atividades físicas para crianças e quais os principais benefícios:

Natação: é indicada a partir dos primeiros meses de vida, para que desde cedo haja uma adaptação com a água. Durante os primeiros anos, a natação ocorre de forma recreativa e lúdica, e é importantíssima para que novos movimentos sejam descobertos pela criança, sem nenhum trauma (tombo, batida, dor). É um grande auxílio para o desenvolvimento motor, assim como os aspectos cognitivos, emocionais e sociais. Além disso, melhora a resistência do organismo e ajuda em casos de problemas respiratórios e ortopédicos.

Ballet: ajuda muito na coordenação motora, concentração, disciplina, postura, memória, criatividade, lateralidade, ritmo, flexibilidade, musicalidade, e proporciona uma sensibilidade às artes e às expressões corporais.

Futebol, vôlei e basquete: normalmente são os três esportes que utilizam bola que são mais praticados pelos “pequenos”. Ajudam a criança a criar uma certa resistência física, capacidade cardiorespiratória, coordenação motora e incentiva o trabalho em equipe.

Atividades Físicas para Adolescentes
Por anteceder a fase adulta é importante criar um hábito ainda maior de exercícios. Pesquisas comprovam que os adultos sedentários, na maior parte das vezes são assim, porque na adolescência já não tinham o costume de se exercitar.

Durante a adolescência, um período complicado, cheio de dúvidas, altos e baixos, onde a preocupação com a aparência triplica, a atividade física além de todos os benefícios oferecidos em qualquer fase, proporciona também um estímulo à socialização, à inclusão, aumenta a auto-estima, o bom-humor, a disciplina, estimula a busca por objetivos, elimina a preguiça, exercita a independência, o relacionamento em grupo, dentre outros.

A adolescência é um momento de mudanças no corpo, pois há uma grande concentração de hormônios, e as atividades físicas ajudam a enfrentar de um jeito mais agradável estes efeitos psicossociais, e ao gastar mais energia, o corpo e o psicológico tendem a ficar mais equilibrados. Também é durante a adolescência que o apetite aumenta é muito comum ouvir comentários de que eles comem demais, principalmente os garotos, por isso é fundamental manter uma atividade física regular, para evitar a obesidade. Outro ponto a ser comentado é a ajuda que o esporte oferece, para que os jovens se afastem de possíveis vícios, como o álcool e drogas.

A musculação na adolescência é um tema difícil a se tratar, muitos dizem que não é recomendado, pois atrapalha no crescimento e desenvolvimento do corpo, mas não há comprovação desse fato. Porém, o que é totalmente inadequado, é fazer musculação trabalhando com carga máxima, pois desse forma é possível atrofiar ou atrapalhar o desenvolvimento dos músculos. O ideal é visar apenas a resistência muscular, e não a força, fazendo um programa que intercale exercícios aeróbicos e anaeróbicos com cargas mais leves.

Atividades Físicas para Adultos
Na faixa etária de 20 a 30 anos, não há restrição de exercícios, o corpo já se desenvolveu ao máximo e ainda permite muito esforço. A atenção precisa ser focada na postura, para que não tenha problemas. Por ser uma fase onde as responsabilidades são muito maiores, o tempo é curto, então é necessário achar uma atividade que dê prazer e encaixá-la na agenda.

A partir dos 30 anos a preocupação com a saúde e com a estética aumenta, pois as respostas metabólicas e fisiológicas não são mais as mesmas, ficam lentas, e as “marcas do tempo” começam a aparecer. É comum ouvir queixas de mulheres que a partir dos 30 anos, possuem mais dificuldade para emagrecer, diferente de antes, que rapidamente perdiam peso. Durante esse período também não há restrições de exercícios, mas a musculação é ainda mais indicada, pois ajuda nos resultados estéticos, na articulação e fortalece o corpo.

Com 40 anos ou mais, começam a aparecer algumas restrições, e de acordo com essas retrições, é necessário que o programa seja feito de uma forma mais específica e com acompanhamento. Os exercícios aeróbicos precisam ser mais intensos do que a musculação, pois o peso corporal tende a aumentar pela grande dificuldade de emagrecer e o coração precisa ganhar ainda mais resistência.

A partir do 50 anos algumas dificuldades já são visíveis e determinadas patologias já se manifestaram. Mas a atividade física é uma obrigação ainda maior nessa fase por causa da diminuição de massa óssea, vulnerabilidade aos problemas cardíacos, aumento da gordura corporal, a piora na postura, entre outros fatores.

Atividades Físicas para Idosos
As atividades físicas aumentam a expectativa e a qualidade de vida dos idosos, melhora a auto-estima, disposição, autoconfiança, memória, independência, etc. Porém, o cuidado precisa ser redobrado, pois já existem muitas limitações, as articulações e a agilidade não são mais as mesmas, a disposição é menor, o cansaço e as dores estão mais presentes, o metabolismo basal está mais reduzido, aumento dos problemas cardiovasculares como o aparecimento de doenças cardíacas, pressão arterial elevada, normalmente, concentração de gordura no tronco e abdômen, e outras diversas restrições.

Leia também: Exercícios para queimar calorias

Mas nada disso, a não ser determinadas limitações físicas, impedem o idoso de se exercitar. Pelo contrário, precisam ser um estímulo para melhorar a saúde, pois as atividades físicas diminuem o risco de diversas doenças, incapacidades, melhora a mobilidade, aumenta o nível de energia, ausência de dores, além de auxiliar na minimização das alterações biológicas do envelhecimento.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Há idosos que pela grande dedicação aos esportes durante a vida inteira, chegam à “melhor idade” com disposição e boas condições físicas, pois o envelhecimento cronológico não acompanha o envelhecimento fisiológico no mesmo ritmo. Mas há também os que perdem grande resistência e precisam começar do zero. Os exercícios mais indicados são a caminhadas, aulas de alongamento, hidroginástica e musculação (pesos leves, sequências curtas).

Mas independente da atividade, é fundamental ir ao médico, fazer uma avaliação física, todos os exames necessários, e escolher atividades de acordo com as limitações e com o que for indicado. Em academias, os idosos tem uma atenção especial, os treinadores verificam a pressão antes, durante e depois do programa, acompanham, e auxiliam em todos os exercícios.

3 razões para um homem dizer “não” ao sexo

Seu homem recusa seus avanços para a cama? Não se preocupe, você não está envolvido. Aqui estão seis razões pelas quais seu parceiro pode rejeitá-lo e aqui está como responder.

O que o deixa tímido sobre sexo?

Para o sexo, os homens estão sempre prontos, não são eles? Não é tão seguro diz PJ, um desenvolvedor de sites de 29 anos em Toronto. “É muito raro que eu não tenha gosto pelo sexo, mas quando digo não, é porque tenho uma ideia na cabeça e não consigo sair dessa.” ele explica.

Mesmo uma visita surpresa de sua namorada com roupas atraentes para um aniversário surpresa não o fará recuar se ele se sentir muito preocupado. “Sinto-me ausente e não seria capaz de mostrar minha presença. E em termos de sexo, nós realmente queremos nos comunicar uns com os outros “, continua ele.

É difícil imaginar que um heterossexual saudável possa recusar os avanços de uma mulher em fio dental. Mas PJ está longe de ser o único neste caso, diz David McKenzie , terapeuta sexual em Vancouver. “Nos últimos dois anos, eu tive uma clientela mais masculina no meu escritório do que nunca, e noto que as mulheres parecem estar fazendo os avanços”, continua ele.

Se seu parceiro recusar seus avanços, essa falta de interesse provavelmente se deve a boas razões que provavelmente não têm nada a ver com seus sentimentos em relação a você. Aqui estão as razões mais comuns pelas quais os homens dizem não e aqui estão algumas sugestões para transformar essa recusa em sim.

1. Ele sofre de depressão

”  A depressão é o maior obstáculo ao desejo sexual nos homens . Homens de todas as idades, até mesmo adolescentes, podem ter menos apetite sexual quando lidam com esse transtorno de humor “, continua ele.

O que fazer? “Lembre-se, a depressão é uma doença física, não uma desordem psicológica”, diz McKenzie. Muitos sites podem ajudar os dois parceiros a entender a depressão e como isso pode afetar seu relacionamento. Por exemplo, o site do Centro sobre dependência e saúde mental oferece muitas dicas. A chave para o sucesso é a paciência , diz McKenzie, e especialmente durante o tratamento, porque os antidepressivos podem retardar o apetite sexual. Seu parceiro pode consultar um médico se ele notar que o tratamento parece afetar seriamente seu desejo sexual .

2- Seu nível de testosterona é baixo

Depois dos 40 anos, o nível de testosterona diminui em humanos, diz Mckenzie. Se isso acontecer lentamente, a proeza sexual diminuirá gradualmente. Mas, às vezes, o nível de testosterona pode diminuir muito rapidamente : esse é o caso durante a andropausa, que inclui sintomas como falta de energia, depressão e falta de interesse sexual.   

O que fazer? A falta de testosterona é um distúrbio físico que pode ser tratado por um médico. Se você acha que seu parceiro está experimentando alguns dos sintomas associados à andropausa, aconselhe-os a fazer um teste de testosterona com um médico para ver se a falta de desejo pode ser devido a um nível baixo.

3. Ele tem distúrbios de encanamento

McKenzie explica que a disfunção erétil e a ejaculação precoce são problemas comuns. Um homem que experimenta esses distúrbios pode ter uma tendência a se afastar de seu parceiro por medo de desapontá-lo ou ele pode pensar que ele não tem masculinidade.

“É difícil para a auto-estima não ser capaz de ter sucesso na cama”, diz David, um músico de Toronto de 28 anos. À medida que você cresce, todos os caras falam sobre suas performances e suas façanhas sexuais.Faz parte da cultura “.

O que fazer? Pode ser difícil discutir isso com seu parceiro, diz McKenzie,mas não desista . Um problema não resolvido pode se transformar em ressentimento. David recomenda abordar o assunto com delicadeza. Ele aconselha a começar dizendo: “Você sabe que aconteça o que acontecer, eu te amo. Não faça uma dama e faça-a sentir que perderá o interesse por ele se nada mudar. “

Ou também ele pode estar sofrendo por falta de força na hora do sexo. Por isso nós aqui do blog te convidamos para conhecer o produto chamado Tauron.

Os 12 Tipos de Farinhas que Ajudam no Emagrecimento

Os Tipos de Farinhas que Ajudam no Emagrecimento de forma simples e natural. Alem disso, basta polvilha sobre frutas, iogurtes, sopas ou ate mesmo adicionar ao preparo de pães, bolos, e tortas. E melhor de tudo é que a farinhas carregam consigo os principais benefícios dos alimentos quais são feitos (linhaça, feijão-branco e banana verde são alguns exemplos). Por isso, a seguir você confere uma seleção das mais famosas para conhecer suas vantagens e quem sabe, passar a utilizá-las na alimentação.

As fibras contidas nas farinhas aumentam a absorção das vitaminas e dos minerais, melhorando o funcionamento do organismo como um todo, favorecendo a perda de peso sem comprometer a saúde do organismo. Mas o resultado só aparece se você consumir de forma continuada. É também importante beber bastante água para facilitar a ação das fibras. Então, confira Os 12 Tipos de Farinhas que Ajudam no Emagrecimento.

LEIA TAMBÉM↓↓:
Homens duram MAIS de 2,5 Horas na Cama usando isso Diariamente…
Mulher Emagrece 22,7kg e conta sua história no Bem Estar…
Como ter Ereções 3X Mais POTENTES sem Medicações,100% Natural…
Composto que “Seca Barriga” e Tira Inchaço Vira Febre em São Paulo!
Quer Eliminar de Vez as CELULITES? Isso foi feito para VOCÊ…
Farinha de Arroz: Entre os tipos de farinhas que ajudam no emagrecimento, a farinha de arroz é muito usada na dieta de quem possui intolerância ao glúten a farinha de arroz pode fazer parte de vários preparos: bolos, tortas e pães são algumas opções. Por possui uma digestão rápida e fácil, é umas excelentes alternativas para crianças, idoso ou pessoas que possam desconfortos gástrico com alguns tipos de alimentos.

Porem ela esfarela fácil e absorve umidade, portanto, se fizer bolo ou pão, por exemplo, o ideal é mistura com fécula de batata ou de mandioca, pois são mais densas darão consistência a preparação.

Farinha de Banana Verde: Encontrada nas prateleiras de lojas de produtos naturais, a farinha da banana verde é uma das farinhas que ajudam no emagrecimento mais procurada, pois tem a opção de garantir os nutrientes de toda a fruta. Além disso, essa versão pode estar presente em diversos pratos.

polvilhado sobre as frutas, sopa, saladas e onde mais lhe agradar. O grande trunfo do alimento é a presença de amido resistente um tipo de carboidrato que passa de forma intacta pelo intestino grosso substratos benefícios para flora intestinal.

Farinha de Berinjela: Podendo ser adicionado em diversos pratos, feijão, salada, leite e ate mesmo no iogurte, a farinha de berinjela é sinônimo de praticidade. Com a correria do dia a dia, essa versão pode ser uma excelente escolha para auxiliar no processo de perda de peso.

Graças a boa quantidade de fibras, o alimento ajuda a aumentar a sensação de saciedade e impede que o organismo absorva gorduras. A farinha também controla a compulsão por doce, já que evita pico de glicêmicos e queda severa de glicose no sangue.

Além de fibras, a farinha de berinjela contem antocianina, o mesmo antioxidante presente no suco de uva e no vinho, que combatem a ação dos radicais livres.

Farinha de Feijão-Branco: O grande trunfo dessas farinhas que ajudam no emagrecimento, esta na presença de uma proteína chamada faseolamina que inibe 20% dos carboidratos ingeridos junto com ela o que colabora para diminuição das calorias e consequentemente, do peso. Outro ponto positivo da farinha é que ela não contem glúten e é rica em fibras, o que auxilia na sensação de saciedade prolongada, além do bom funcionamento intestinal.

Os diabéticos também podem ser beneficiar com a farinha de feijão-branco, já que por inibir a absorção de carboidratos menor quantidade de nutrientes é transformada em glicose, que evita os picos glicêmicos.

Farinha de Gengibre: Ingrediente clássico de culinária oriental, os benefícios oferecidos pelo gengibre são muitos. Ele conhecido pela população como um remédio para combater gastrite, náuseas e vômito, para amenizar sintomas da gripe, também o tratamento de inflamação, principalmente de garganta.

No entanto, quando se fala emagrecimento e proteção do organismo, farinha da raiz é mais lembrada: com mesmo os mesmo benefícios do gengibre, essa versão acelera o metabolismo queimando os quilos extras, atua como anti-inflamatória, anticoagulante, antioxidante e bactericida. As propriedades terapêuticas sobre o sistema digestivo também estão presente na farinha.

Farinha de Soja Preta: A Farinha de Soja preta é uma outra excelente alternativa de farinhas que ajudam a emagrecer. Pois, A farinha feita com a versão turbinada da soja tradicional é rica em isoflavonas e antocianinas, substâncias importantes para combater o colesterol alto e até câncer.

Além disso, a farinha de soja preta tira a fome, dá mais disposição e faz as células absorverem 50% menos gordura. Além disso, Sem contar suas propriedades que agem contra os radicais livres, retardam o processo de envelhecimento e previnem as Rugas. Incluir a farinha de soja preta também pode ser uma ótima maneira de amenizar os sintomas da TPM e da menopausa.

LEIA TAMBÉM↓↓:
Você SOFRE de Impotência? Eis a Solução Definitiva…
Casal que “Enxugou” 86kg com a “Ajudinha” de Cápsulas 100% Naturais…
Mulher Emagrece 22,7kg e conta sua história no Bem Estar…
Elimine as Celulites DEFINITIVAMENTE em 7 dias usando Isso…
Mãe de dois filhos Elimina a celulite e aparece no Encontro com a Fátima…
Farinha de Linhaça: A grande vantagem da linhaça é que ela possui propriedades benéficas da semente. Isso porque o alimento é apenas triturado ate vira pó em não passa por nenhum processo químico ou adição de ingredientes.

Outro triunfo da farinha é a presença de ômega 3, um acido graxo que tem como função controla as taxas de colesterol e a pressão arterial, além de reduzir o acumulo de gordura abdominal.

Leia também: Farinha seca barriga reclamações

Estudos mostram que consumo regular de ômega-3 auxilia na melhora da concentração, memoria, do aprendizado, da motivação, do humor e da velocidade de reação, ajuda a neutraliza o estresse e a prevenir doenças degenerativas cerebrais como Alzheimer e Parkinson.

Farinha de Maracujá: O maracujá é um calmante natural, mas quais são os benefícios da farinha? A farinha de maracujá é rica em pectina uma fração de fibras solúvel encontrada na parte branca da casca da fruta que possui a capacidade de reter água, formando géis viscosos que retarda o esvaziamento gástrico e melhoram o transito intestinal, eliminando, parte da gordura e açúcares consumidos na refeição.

A farinha também promove a sensação de saciedade, que estimula a perda gradativa do peso corporal, além de estar associado um risco reduzido de diabete e de doenças cardiovasculares.

Farinha de Uva: Estudos já comprovaram também que a farinha de Uva diminui o nível do colesterol ruim, o LDL, e o aparecimento de varizes, porque ativa a circulação e ainda ajuda a retardar o envelhecimento. Além de ser rica em resveratrol, ajuda a evitar o câncer.

Leia também: Phytophen Anvisa

LEIA TAMBÉM↓↓:
Você Quer EMAGRECER e PERDER BARRIGA de Forma Natural e Saudável?
Elimine até 7,5 kg de Gordura Abdominal Naturalmente em 5 dias…
Este Produto INCRÍVEL Ajudou meu Marido a Durar 2 Horas na cama..
Atriz da Globo Revela Como Emagreceu 15kg em 4 Semanas e Faz Sucesso!
Homens, Façam Isso e Vocês Não Vão Precisar da Pílula Azul…
Farinha de Quinoa: Pães, bolos, saladas, sopas, são algumas opção de receitas para incluir a farinha de quinoa no cardápio. Motivo não faltam: “A quinoa é um alimento muito completo, pois é fonte importante de proteína de alto valor biológico (combinação de aminoácido de excelente qualidade) e possui baixa concentração de carboidrato e de gordura”, Pensa que os benefícios acabam por ai? Pelo contrario! A grande quantidade de fibras é outro fato importante, já que favorece a digestão e o trabalho intestinal.

Menos cigarros, mais sexo, mais poder

Chegamos martelado todos os dias pela mídia e nossos amigos e familiares sobre como cigarros são ruins, sobre como prejudicial para aqueles que fumam e aqueles em torno deles, sobre o que criar dependência e fazer escravos.

Embora as representações do cinema tenham ajudado a garantir um fascínio sensual ao cigarro (lembre-se das famosas cenas de Casablanca), na realidade os soldados da morte com o filtro também estragam o poder sexual.

Claro que também são informados através de mensagens de dissuasão nas embalagens de cigarros que fumar pode reduzir a fertilidade em ambos os sexos, mas em seres humanos pode ter uma outra consequência: minar as fundações do complexo mecanismo que traz a emoção de pulso sensual em uma poderosa ereção.

Este mecanismo baseia-se fundamentalmente na comunicação entre os sentidos – artérias cérebro-peniana. Num estado de excitação receptores neurológicas enviar impulsos para as artérias presentes na base e no interior do pénis, libertando nitratos e ordenando-os a relaxar permitindo que a dilatação do vaso e o enchimento do corpo cavernoso e os corpos esponjosos presentes no interior do pénis.

As substâncias contidas nos cigarros têm um efeito prejudicial sobre a capacidade do tecido dentro das artérias se contrair e relaxar. Essas paredes internas, tecnicamente chamadas de endotélio, interagem negativamente com a nicotina e o alcatrão.

O efeito do tabagismo é um aumento significativo no possível aparecimento da disfunção erétil, causada pelo bloqueio do complexo mecanismo de ereção e potência sexuais. Isso se aplica a fumantes, ex-fumantes e àqueles que devem fumar passivamente.

Estudos realizados em todas as partes do mundo têm demonstrado de maneira incontestável que homens com menos de 50 anos que são ou foram fumantes têm uma incidência muito maior do que o normal, independentemente da presença de sintomas de doenças no sistema circulatório ou cardíaco.

O fumo contém radicais livres de oxigênio (ou seja, ROS, espécies reativas de oxigênio), que podem reduzir o óxido nítrico (não), que é precisamente a substância produzida pela dopamina para ordenar que as artérias relaxem e permitam o fluxo sanguíneo.

Além dos frios dados científicos, fumar causa outras conseqüências que indiretamente minam a solidez de um relacionamento sexual e poder, diminuindo a atratividade de um homem.

Fumar provoca queda de cabelo, causa mau hálito, diminui a resistência aeróbica, produz olheiras e acelera o envelhecimento da pele.

Se alguém deseja melhorar a vida como casal melhorando o desempenho sexual, não se pode pensar em continuar fumando pacotes de cigarros, gastando pouco a pouco.

Dê um presente para você e seu parceiro, dê a si mesmo uma nova juventude. Se você parar de fumar imediatamente, notará as primeiras melhorias após algumas semanas: sua circulação melhorará substancialmente, permitindo que você volte a ter ereções portentosas como um jovem adolescente cheio de espinhas. As artérias arterioscleróticas típicas de fumantes com mais de 50 anos, vão se livrar das placas formadas por uma dieta ruim e favorecidas pela fumaça que irá melhorar com a simples força de vontade.

Fumar também reduz a vitalidade e o número total de espermatozoides, causando possíveis problemas de fertilidade (isto também se aplica às mulheres e ao número total de oócitos).

Conheça Forteviron, um estimulante masculino que esta dando o que falar.

Falta de excitação no homem: desejo sexual hipoativo

A excitação é uma emoção e subsequente semelhante ao do desejo, mas mais desenvolvido no nível corporal.

excitação é, portanto, como o orgasmo, um fenômeno principalmente físico que envolve uma série de reações neurovegetativas, musculares, endócrinas e assim por diante.

excitação sexual vem do desejo, orgasmo e prepara o organismo em geral produz uma ativação correspondente a uma experiência subjetiva de prazer sexual.

excitação sexual é, portanto, uma percepção, tanto física e mental, de alterações que conduzem à ativação sexual.

Quando as dificuldades sexuais estão relacionadas a essa fase do ciclo de resposta sexual, são chamadas desordens de excitação sexual nas quais a desordem da excitação sexual masculina , descrita a seguir, é classificada como a desordem da excitação sexual feminina . 

Venha descobrir se o estimulante Big Size Funciona.

Esse distúrbio, contabilizado pela primeira vez no DSM5, tem uma prevalência variável dependendo do país de referência e das ferramentas de diagnóstico utilizadas. No entanto, estima-se que o distúrbio esteja presente em 6% da população masculina entre 18-24 anos e em 41% dos homens entre 66-74 anos. A persistente ausência de desejo sexual (maior que 6 meses), entretanto, está presente apenas em 1,8% dos homens entre 16-44 anos.

desordem da excitação sexual masculina é dividida em:

  • Permanente : o homem sempre apresentou a dificuldade;
  • Adquirida : as dificuldades relacionadas à resposta de excitação surgiram após aprendizado cultural e experiências pessoais negativas que podem ter afetado a atitude em relação à sexualidade;
  • Generalizada : a dificuldade em se excitar está constantemente presente e quando os parceiros mudam;
  • Situacional : a dificuldade em se excitar está presente com apenas um parceiro ou apenas em determinadas circunstâncias ambientais.

Ao diagnosticar um distúrbio de excitação sexual masculina, é muito importante levar em conta o contexto interpessoal em que a pessoa se encontra: um desejo sexual mais baixo do que seu parceiro sozinho não é informação suficiente para fazer um diagnóstico. Também é necessário considerar a ausência ou ausência de pensamentos e fantasias sexuais. Quanto às mulheres, há fatores particulares nos homens que desencadeiam o desejo sexual, mas pesquisas mostram que os homens são muito mais ativados por fontes eróticas visuais do que mulheres.

O critério temporal de 6 meses é um fator muito importante para evitar o diagnóstico de distúrbio da excitação sexual masculina em pessoas cuja diminuição do desejo sexual é atribuível a situações específicas da vida temporária: perda de trabalho, luto, gravidez do parceiro.

É claro que não devemos esquecer que, à medida que envelhecemos, há um declínio natural no desejo sexual.

Às vezes, o distúrbio da excitação sexual masculina pode estar associado à disfunção erétil (impotência) ou a distúrbios ejaculatórios ( precoces / tardios / dolorosos ) . Por exemplo, uma dificuldade erétil persistente pode resultar em um declínio no desejo. Homens com um distúrbio de excitação sexual. Eles relatam que nunca são os únicos a tomar a iniciativa na realização de relações sexuais, nem são particularmente receptivos aos sinais do parceiro. Às vezes, na presença de transtorno de excitação sexual, é necessário realizar a preliminar (próprio ou parceiro masturbação) para ligar o desejo: estudos mostram que eles são geralmente homens para começar as preliminares para ligar o desejo dos parceiros, mas isso não acontece a presença do distúrbio ocorre quando o outro está começando e nem sempre é retribuído.

Uma matéria sobre problemas de ereção que todos deveriam ler!

Problemas de ereção: um prenúncio?

Existem três categorias de pacientes:

  • A maior categoria (85% dos casos) inclui homens com mais de 50 anos. Esses homens maduros estão gradualmente acumulando fatores de risco cardiovascular, como diabetes, pressão alta, colesterol, tabaco e álcool. Esses fatores podem induzir a disfunção erétil.
  • Homens com idade entre 30 e 35 anos (10% dos casos), casados ​​há alguns anos. O casal quer um filho, este “arraste um pouco”, o marido nos consulta para verificar se existe um problema de infertilidade subjacente.
  • Jovens de 17 a 20 anos (5%) que, por exemplo, tiveram primeiro intercurso sexual em condições um tanto caóticas e que estão preocupados porque deu errado.

Hoje, acredita-se que a disfunção erétil pode ser um prenúncio, um sintoma sentinela, ou seja, patologia cardiovascular. Isso significa que um número de homens que consultam para disfunção erétil pode mais tarde desenvolver problemas cardiovasculares. Daí a importância de realizar uma avaliação cardiovascular para pacientes com idade acima de 50 anos que consultam seu médico para disfunção erétil. Algumas doenças neurológicas, como a esclerose múltipla ou a doença de Parkinson, também podem induzir a disfunção erétil.

Os “colapsos sexuais” correspondem a um fracasso, trata-se de uma relação sexual que não chega ao fim porque a ereção não era possível ou suficiente. Não há necessidade de se preocupar quando é fugaz, mas repetidamente pode ser um problema. Deve-se notar que algumas circunstâncias podem ser desfavoráveis, por exemplo, relações sexuais após uma noite bem regada.

As causas podem ser orgânicas ou mistas.
Falamos de uma causa orgânica quando há um fator mecânico subjacente. Ao consultar o paciente, uma questão crucial diz respeito às ereções matinais ou noturnas. Ter ereções matinais rígidas é de fato um bom parâmetro da integridade do trato genital. Embora haja algumas exceções, se um homem que se queixa de relatos insatisfatórios geralmente tem ereções matinais rígidas, a causa da disfunção será mais relacional ou psicológica.
Muitas vezes, a causa é multifatorial ou mista: um problema psicológico vem somar ao aspecto orgânico, o que é chamado de ansiedade do desempenho: o homem tem medo de passar.

Tem problema de ereção? Conheça o produto Gandrox XL.

Existem quatro formas de tratamento:

  • As drogas da classe do Viagra, chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5 . Na Bélgica, estes medicamentos estão sujeitos a receita médica. Essas drogas promotoras de ereção só causam uma ereção se houver estimulação sexual. Eles são seguros e eficazes se forem prescritos após um bom interrogatório do paciente. Eles não podem ser prescritos para pacientes que sofrem de angina pectoris e tomar nitratos.
  • Injeções intracavernosas. O paciente auto-injeta uma dose de medicamento no pênis antes do relatório. Este método requer planejamento sexual, é um tratamento mais “químico” de ereção, será causado quase que imediatamente.
  • A bomba de vácuo. O paciente introduz o pênis em um cilindro que cria um espaço de ar ao redor do pênis e gera um influxo de sangue. É melhor para pessoas que têm relatórios pouco frequentes.
  • A prótese peniana. Dois cilindros são implantados nos corpos cavernosos, bem como um reservatório que será colocado no abdômen e um botão colocado na bolsa. Para obter uma ereção, o paciente ativa o botão que causará a transferência de líquido do reservatório para os cilindros.

De fato. A sexualidade de um casal é mais sutil do que uma simples história de ereção e ejaculação. O parceiro também precisa encontrar o caminho, e é por isso que, no momento, os especialistas tendem a ver os pacientes como um casal.
A sexualidade não se restringe a jovens saudáveis: as pessoas da terceira ou quarta idade também têm direito a uma sexualidade, adaptada à sua idade. O problema da “sexualidade e câncer” também merece ser perguntado.

Os 4 Melhores Remédios para Emagrecer (O 3º É Meu Preferido)

Os 4 Melhores Remédios para Emagrecer (O 3º É Meu Preferido)

Oi Gente 🙂

Hoje quero fazer esse post dedicado as Amigas e Mulheres que querem emagrecer! A gente sabe que esse é um processo difícil, a gente faz de tudo e tal… e é difícil ter resultado!

Hoje quero contar um segredinho, e falar sobre alguns veneninhos remédios para emagrecer rápido.

Antes, preciso deixar claro que o que falo aqui é relativo a minha experiência, eu não sou médica nem recomendo que você tome!

SIBUTRAMINA
A Sibutramina é um medicamento controlado que vem sendo utilizado pelas mulheres que querem perder peso.

Sua ação original é a de agir como antidepressivo. Um dos seus efeitos colaterais é o emagrecimento, uma vez que ela inibe o apetite.

No entanto, não são todas as pessoas que sentem esses efeitos. Quem se adapta bem ao medicamento, emagrece bastante.

PONTOS POSITIVOS
Inibição do apetite;
Supressão da vontade de comer “besteiras”;
Medicamento referenciado na literatura científica;
Perda de peso agressiva.
PONTOS NEGATIVOS
Possível depressão ao parar de tomar;
Nem todo mundo se adapta ao medicamento;
Desânimo/falta de energia enquanto está tomando;
Precisa de receita médica.
Saber Mais
FEMPROPOREX
Femproporex é uma anfetamina extremamente agressiva, que deixa as mulheres totalmente agitadas.

Ela faz perder peso sim, mas seus colaterais são preocupantes. Há relatos de pessoas que chegaram a ter febre de 42 graus com o uso dele.

Mesmo assim, ele se mostra ainda mais potente que a Sibutramina.

PONTOS POSITIVOS
Inibição do apetite;
Agitação e vontade de fazer as coisas;
Alta queima calórica;
Metabolismo acelerado;
Redução do sono;
Queima de gordura teimosa.
PONTOS NEGATIVOS
Risco de ficar viciado;
Possibilidade de febres prolongadas;
Risco de problemas cardíacos e infarto;
Agitação Excessiva;
Insônia.
Saber Mais
SLIM LIFE
O SlimLife é um emagrecedor natural, mas traz resultados de perda de peso incríveis (até 9kg por mês).

Eu gosto muito dele porque ele traz o melhor da natureza em cápsulas, formulações potentes que ajudam a emagrecer rápido.

Em sua fórmula, encontram-se mais de 8 extratos de plantas e frutas, comprovadamente emagrecedoras, e a utilização não traz nenhum efeito colateral.

Embora eu não recomende tomar nenhum dos mencionados acima, esse eu sei que faz o seu papel sem efeitos colaterais 🙂

PONTOS POSITIVOS
Inibição moderada do apetite;
Ânimo e disposição;
Aceleração metabólica;
Perda de gordura;
Melhoria do sistema imunológico;
Seguro e testado;
Garantia 30 dias;
Usado por Celebridades;
Redução da Celulite.
PONTOS NEGATIVOS
Preço um pouquinho maior;
Excesso de disposição;
Cápsula com gosto de uva;
Não é vendido em farmácias.
Saber Mais
.
Observação: algumas leitoras têm me feito perguntas sobre o SlimLife, onde comprar e como funciona a garantia. É assim: você tem 30 dias para usar, se por qualquer motivo não gostar, pode pedir seu dinheiro de volta 🙂

Leia também: Kifina bula

GOJI DIET
O Goji Diet é outro remédio natural para emagrecer. Ele é composto de extrato bagas de goji, a famosa frutinha.

Além de fazer bem, ele também traz benefícios na hora de emagrecer, ajudando a eliminar gordura.

Não é tããão potente quanto os demais aqui citados, mas cumpre seu papel. Eu já tomei e posso afirmar que é bom e também dá uma boa disposição.

Ele também dá uma garantia de 30 dias!

PONTOS POSITIVOS
Ânimo e disposição;
Aceleração metabólica;
Perda de gordura;
Fatores Antioxidantes;
Potencializador de Emagrecimento.
PONTOS NEGATIVOS
Preço acima do mercado;
Demora de até 15 dias para chegar;
Um pouco menos potente que Slim Life.
Saber Mais
ACOMPANHA BULA?
No Brasil existem regulamentações de órgãos governamentais tais como a ANVISA por exemplo, que proibi por lei a venda de fármacos sem acompanhar a bula.

Leia também: Phytophen é bom

Por que? Bem simples, tal lei foi aprovada devido a composição da maioria dos remédios causar danos graves a saúde física ou mental do consumidor se utilizado de maneira incorreta.

Tendo isso em mente, logo consideramos que suplementos naturais não tem bula, e é verdade. Mas não fique preocupado (a), pensando em você seus desenvolvedores disponibilizam instruções junto ao frasco.

Caso tenha restado alguma dúvida sobre os 4 melhores remédios para emagrecer, compartilha com a gente aqui..

CONCLUSÃO
Acho que é isso, gente! Falei dos principais e também dos que eu mais gosto. Para quem quer saber mais sobre qualquer um dele, deixe nos comentários 🙂

Além disso, nessa página existem alguns antes e depois de mulheres que emagreceram com eles!