Disfunção erétil ou ansiedade de desempenho? A verdade por trás de um mal-estar moderno

Disfunção erétil ou ansiedade de desempenho? A verdade por trás de um mal-estar moderno

Todos os homens lutam para conseguir uma ereção em algum momento de suas vidas, mas cada vez mais em seus 20 e 30 anos estão tendo problemas. Eles estão em pânico com o pensamento de sexo?

Foi assim que as coisas estavam ficando sérias no banheiro em uma festa em casa que um comentário não oficial arruinou o clima para Toby, 32 anos. A mulher com quem ele estava comentou que ele não era forte o suficiente para fazer sexo. ‘Isso me fez sentir super merda’, diz ele. ‘Eu sempre tive um pouco de ansiedade sobre o meu desempenho, então ela bateu um pouco de uma rocha lá, porque eu estava pensando sobre isso antes.’ Seu encontro terminou; ele não podia mais se apresentar.

Isso foi em novembro de 2017, mas mesmo depois de Toby começar a namorar outra pessoa, o problema persistiu. ‘Toda vez que eu ia ver minha namorada, eu estava enlouquecendo’, diz ele. “Na minha cabeça, estou dizendo a mim mesmo que tudo vai bem, mas sempre tem uma voz dizendo: ‘E se isso acontecer?’ Então, isso se torna uma coisa física, meu corpo fica todo quente e eu me sinto assustada por dentro. Isso geralmente é um sinal de que as coisas não vão dar certo ”.

Get Society Weekly: nosso boletim informativo para profissionais de serviço público
Consulte Mais informação
Muitos acreditam que a disfunção erétil (DE), também conhecida como impotência, está se tornando mais prevalente em homens jovens. Um estudo recente de 2.000 homens britânicos descobriu que 50% das pessoas na faixa dos 30 anos relataram dificuldades em obter e manter uma ereção. Mas Nicole Prause, uma neurocientista especializada em comportamento sexual, diz que há pouca evidência científica e estatística de um crescimento na prevalência de disfunção erétil. “Quando você olha representativamente, não houve aumento da disfunção erétil. Eu vejo estatísticas o tempo todo lendo, ‘aumentou 1.000% em homens jovens’. Mas não há papel que diga isso.

O que parece ter aumentado é a ansiedade de desempenho dos homens jovens. Mais homens acreditam ter ED, quando estão realmente preocupados com seu desempenho sexual. Sob enorme pressão social para serem performers sexuais suaves, eles se auto-diagnosticam erroneamente com disfunção erétil após algumas tentativas fracassadas de fazer sexo. “Se você olhar para a ascensão da pornografia facilmente acessível, as pessoas têm uma expectativa de que os homens vão ser grandes artistas”, diz Raymond Francis, um psicoterapeuta na prática Apex, em Londres.

‘Somos criados em uma cultura onde os homens não falam autenticamente sobre sexo’, diz Paul Nelson, fundador do Frank Talk, um grupo de apoio online para homens com DE. ‘Ninguém lhe diz como fazer sexo – você só descobre você mesmo de outros garotos adolescentes e pornô.’

Profissionais médicos relatam que muitos mais homens jovens estão vindo para eles reclamando de disfunção erétil. “Tenho tratado pacientes por 30 anos, e não há dúvida de que estamos vendo homens mais jovens hoje do que costumava fazer,” diz o Dr. Douglas Savage, do Centro de Saúde do Homem, com sede em Harley Street e Manchester. ‘Geralmente, esses são homens que parecem ser super-saudáveis: são magros, se exercitam, são jovens e você pensa: ‘Por que essas pessoas têm dificuldades sexuais?”

Seja devido ao consumo de álcool, estresse ou cansaço, a incapacidade de obter ou manter uma ereção acontecerá com a maioria dos homens em algum momento de suas vidas. Prause diz que a cultura de drogas do partido e o marketing de Viagra levaram os homens a patologizar problemas ocasionais de ereção como algo mais sinistro. “Todo mundo tem problemas de ereção de tempos em tempos. Seria estranho se você não o fizesse ”, diz ela. ‘Mas com as empresas de drogas nos anos 90, elas começaram a insistir que qualquer problema de ereção é inaceitável’. Ela menciona evidências de que homens que tomam prescrições de Viagra não os reabastecem. ‘Eles tiveram algumas experiências ruins, então entraram em pânico. Mas eles não reabastecem a receita porque percebem que estão bem. ”

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

O problema com o DE é que os homens podem literalmente pensar em tê-lo: algumas experiências confusas podem, com o tempo, criar um ciclo de ED em curso. ‘Eu vejo um número crescente de homens com idade inferior a 35 anos desenvolvendo ansiedade de desempenho’, diz Francis. “Pouco antes de o homem se encontrar na cama com o parceiro, a ansiedade aumenta. Quanto mais ele impõe uma demanda a si mesmo, e quanto mais a demanda não é atendida, mais perturbado ele se torna. É uma profecia auto-realizável.

Eu pensava: ‘Da próxima vez que eu a vir, isso vai acontecer?’ Tornou-se uma piada sem sentido.
Bradley, de 24 anos, costumava se preocupar todos os dias com sua capacidade de execução. Três anos atrás, no decorrer de um relacionamento de um ano, ele se lembra de estar sentado em frente à TV com seu parceiro, incapaz de se concentrar no que estava assistindo porque uma voz havia começado em sua cabeça.

Fonte: https://www.valpopular.com/estimulante-sexual-masculino-qual-e-o-melhor/

10 maneiras de prevenir a disfunção erétil

10 maneiras de prevenir a disfunção erétil

A disfunção erétil afeta aproximadamente 15 a 30 milhões de homens nos Estados Unidos. É definido como a incapacidade de obter ou manter uma ereção que é firme o suficiente para o intercurso sexual. Isso não deve ser confundido com os problemas ocasionais de ereção. O tipo de cenário ‘às vezes as coisas não funcionam’ acontece com todos , em toda a faixa etária e que não deve ser um ponto de estresse, diz Benjamin N. Breyer abre uma nova janela., professor assistente no departamento de urologia da Universidade da Califórnia, San Francisco e chefe interino de urologia em San Francisco Geral: ‘Mas se isso acontecer consistentemente e for incômodo para o paciente ou para o parceiro, o cara deve procurar ajuda.’ As chances de um homem sofrer de disfunção erétil aumentam à medida que ele envelhece, mas isso não é inevitável. Na maioria dos casos, se ocorrer, é relativamente fácil tratar, geralmente com medicação. Existem também várias medidas preventivas que os homens podem tomar para diminuir suas chances de desenvolver disfunção erétil.

Dave Bradley / Getty Images 1/10
Mantenha um peso saudável
Existem inúmeras razões para manter um peso saudável e o funcionamento erétil está entre eles. ‘Perder peso ou manter um peso corporal saudável é extremamente importante para o condicionamento cardiovascular geral e para a saúde erétil’, diz Breyer. O pênis é um órgão vascular, por isso precisa de um bom fluxo sanguíneo para funcionar bem. A falta de fluxo sanguíneo ao longo do tempo pode causar danos que podem levar à disfunção erétil. Diabetes, que está intimamente associado com excesso de peso ou obesidade, também pode levar a danos nos nervos do pênis.

Imagens Getty 2/10
Exercício
Mesmo que você já tenha um peso saudável, o exercício pode ajudar ainda mais a melhorar seu desempenho sexual. Vários estudos mostram que, mesmo entre homens saudáveis, aqueles que se exercitam têm menos risco de desenvolver disfunção erétil em comparação àqueles que são. Exercício também tende a melhorar a libido e seu humor geral, ambos os quais podem contribuir para uma vida sexual satisfatória.

Imagens Getty 3/10
Coma direito
Obviamente, a dieta também está ligada à manutenção de um peso saudável. Especificamente, os homens que estão preocupados com a disfunção erétil devem se concentrar em uma dieta que seja boa para o coração porque o sistema circulatório é uma grande parte do funcionamento erétil. Isso significa ingerir muitas frutas e vegetais, evitando ao mesmo tempo muita gordura. proteína, sal e açúcar é a escolha inteligente.

Oleksiy Maksymenko / Getty Images 4/10
Dormir
Os especialistas ainda não sabem exatamente por que estão associados, mas a privação do sono pode ter um efeito muito negativo nas ereções (além de simplesmente estar muito cansado para o sexo). “Costumamos dizer às pessoas mais velhas que estão tendo disfunção erétil leve para fazer sexo durante a hora do dia em que elas estão mais descansadas”, diz Breyer. Para a maioria, isso significa fazer a ação pela manhã.

Imagens Getty 5/10
Evitar o estresse
Está bem estabelecido que o estresse pode ter um impacto sério na vida sexual de uma pessoa. O mesmo é verdadeiro para o funcionamento erétil. ‘Estresse em casa, estresse no trabalho, estresse em um relacionamento, todas essas coisas podem contribuir para a disfunção erétil’, diz Breyer. Assim como o estresse pode afetar alguém em qualquer idade, pode causar problemas de ereção tanto nos jovens quanto nos idosos. Pode até ser parte da razão pela qual um número maior de homens mais jovens se queixam de problemas de ereção. Embora muitos homens jovens se voltem para drogas para tratar a disfunção erétil, meditação, ioga e massagem também podem ser usados ​​para tratá-la, porque a disfunção erétil é mais provável de ter uma base psicológica, em vez de física, quando ocorre em homens mais jovens.

Leia também: Remédio para impotência

Imagens Getty 6/10
Não use esteróides anabolizantes.
Este deve ser um acéfalo, mas os esteróides anabolizantes são muito ruins para o funcionamento erétil. O uso de esteróides pode levar à infertilidade, redução da contagem de espermatozóides, e eles podem realmente atrapalhar os níveis naturais de testosterona de uma pessoa. Com o tempo, os esteróides interrompem o eixo hormonal normal do corpo,

Idéias sensuais para melhorar o sexo

Aqui está uma série de dicas para uma vida mais satisfatória mesmo sob os lençóis.

Em muitos casais, falta ao sexo aquela paixão e aquele gosto de erotismo que ajuda a levar a cabo essa atividade amorosa de maneira saudável e imaginativa. No entanto, para melhorar a situação das vezes, pequenas “medidas” são baseadas essencialmente em um modo diferente de se aproximar de seu homem e no campo dos estados de ânimo, estados mentais ou jogos inteiramente novos.

E se você gosta de conteúdos sexuais como esse conheça nosso blog de confiança para isso, o Blog da cis.

A equipe editorial tem 10 dicas com um alto conteúdo erótico para aumentar o prazer de um casal mesmo na cama.

  1. A primeira coisa? Surpreenda-o com sexo , talvez fazendo uma viagem para o escritório com uma roupa erótica, com meias e uma saia larga o suficiente para permitir que você faça amor facilmente na cadeira ou deitado na mesa ao lado do computador. Mesmo um doce despertar feito de carícias e beijos maliciosos tem sua importância e ajuda a começar melhor o dia.
  2. Os jogos de amor são excelentes para reviver o relacionamento de um casal : você pode pegar cartas de baralho e estabelecer que uma doce prática erótica está relacionada a cada um deles. Toda vez que um rei é retirado do convés, por exemplo, o homem beija a mulher no pescoço, enquanto que, se uma rainha sair, será sua vez de fazê-lo. Outro jogo poderia ser contratar uma comédia engraçada e assisti-la juntos: toda vez que um dos dois rir de uma piada do filme, ele terá que beijar seu parceiro e tirar uma peça de roupa.
  3. Terceiro passo importante para melhorar o relacionamento físico com o parceiro: seja muito direto em comunicar o que você quer dele quando estão juntos debaixo dos lençóis. Se você acha que o caminho explícito não é muito elegante, então você pode pegar a mão do seu homem e acompanhá-lo onde você quer que ele descanse.
  4. Quando voltar do trabalho, tente se ver completamente despido , mas com a máxima indiferença .
  5. Outra sugestão para melhorar o sexo com seu homem poderia ser, em vez disso, assistir a um filme em conjunto com cenas explícitas e depois reproduzir tudo no quarto.
  6. Estabeleça de acordo com o seu homem para tentar uma nova posição sexual pelo menos uma vez por semana , nunca tentei antes. Isso irá inflamar a imaginação de ambos, com implicações positivas em termos de intensidade de desempenho.
  7. Por que não tentar uma massagem energética feito na parte de trás de seu homem, como se estivesse deitado em um spa de um hotel 5 estrelas do Asian Tirol austríaco ou Sudeste: música suave, luzes difusas e aromas vão ajudar você a mergulhar na situação e despertar nele, talvez, paixões adormecidas.
  8. Nem todas as idéias sensuais para melhorar o sexo dos casais fornecem atividades eróticas definidas como “preliminares”: às vezes, uma brincadeira saudável e inocente ao ar livre atua como um preparatório para a atividade erótica sob os lençóis. Dar um passeio na neve, nadar junto no mar e brincar com a água ou comprar lingerie sexy em uma loja de departamentos e depois experimentá-lo juntos no camarim podem ser atividades percebidas como íntimas e sensuais, perfeitas para melhorar a intensidade. e a qualidade das relações sexuais.
  9. O conselho mais ouvido? Aos poucos, implementar todas as fantasias eróticas de todos, gradualmente revelando-os ao seu marido ou namorado e ouvindo o seu.
  10. Para alcançar essa intimidade, no entanto, é mais divertido começar com as abordagens que acabamos de enumerar, para criar a atmosfera certa e garantir que o sexo se torne um jogo que faça os que vivem melhor.

3 razões para um homem dizer “não” ao sexo

Seu homem recusa seus avanços para a cama? Não se preocupe, você não está envolvido. Aqui estão seis razões pelas quais seu parceiro pode rejeitá-lo e aqui está como responder.

O que o deixa tímido sobre sexo?

Para o sexo, os homens estão sempre prontos, não são eles? Não é tão seguro diz PJ, um desenvolvedor de sites de 29 anos em Toronto. “É muito raro que eu não tenha gosto pelo sexo, mas quando digo não, é porque tenho uma ideia na cabeça e não consigo sair dessa.” ele explica.

Mesmo uma visita surpresa de sua namorada com roupas atraentes para um aniversário surpresa não o fará recuar se ele se sentir muito preocupado. “Sinto-me ausente e não seria capaz de mostrar minha presença. E em termos de sexo, nós realmente queremos nos comunicar uns com os outros “, continua ele.

É difícil imaginar que um heterossexual saudável possa recusar os avanços de uma mulher em fio dental. Mas PJ está longe de ser o único neste caso, diz David McKenzie , terapeuta sexual em Vancouver. “Nos últimos dois anos, eu tive uma clientela mais masculina no meu escritório do que nunca, e noto que as mulheres parecem estar fazendo os avanços”, continua ele.

Se seu parceiro recusar seus avanços, essa falta de interesse provavelmente se deve a boas razões que provavelmente não têm nada a ver com seus sentimentos em relação a você. Aqui estão as razões mais comuns pelas quais os homens dizem não e aqui estão algumas sugestões para transformar essa recusa em sim.

1. Ele sofre de depressão

”  A depressão é o maior obstáculo ao desejo sexual nos homens . Homens de todas as idades, até mesmo adolescentes, podem ter menos apetite sexual quando lidam com esse transtorno de humor “, continua ele.

O que fazer? “Lembre-se, a depressão é uma doença física, não uma desordem psicológica”, diz McKenzie. Muitos sites podem ajudar os dois parceiros a entender a depressão e como isso pode afetar seu relacionamento. Por exemplo, o site do Centro sobre dependência e saúde mental oferece muitas dicas. A chave para o sucesso é a paciência , diz McKenzie, e especialmente durante o tratamento, porque os antidepressivos podem retardar o apetite sexual. Seu parceiro pode consultar um médico se ele notar que o tratamento parece afetar seriamente seu desejo sexual .

2- Seu nível de testosterona é baixo

Depois dos 40 anos, o nível de testosterona diminui em humanos, diz Mckenzie. Se isso acontecer lentamente, a proeza sexual diminuirá gradualmente. Mas, às vezes, o nível de testosterona pode diminuir muito rapidamente : esse é o caso durante a andropausa, que inclui sintomas como falta de energia, depressão e falta de interesse sexual.   

O que fazer? A falta de testosterona é um distúrbio físico que pode ser tratado por um médico. Se você acha que seu parceiro está experimentando alguns dos sintomas associados à andropausa, aconselhe-os a fazer um teste de testosterona com um médico para ver se a falta de desejo pode ser devido a um nível baixo.

3. Ele tem distúrbios de encanamento

McKenzie explica que a disfunção erétil e a ejaculação precoce são problemas comuns. Um homem que experimenta esses distúrbios pode ter uma tendência a se afastar de seu parceiro por medo de desapontá-lo ou ele pode pensar que ele não tem masculinidade.

“É difícil para a auto-estima não ser capaz de ter sucesso na cama”, diz David, um músico de Toronto de 28 anos. À medida que você cresce, todos os caras falam sobre suas performances e suas façanhas sexuais.Faz parte da cultura “.

O que fazer? Pode ser difícil discutir isso com seu parceiro, diz McKenzie,mas não desista . Um problema não resolvido pode se transformar em ressentimento. David recomenda abordar o assunto com delicadeza. Ele aconselha a começar dizendo: “Você sabe que aconteça o que acontecer, eu te amo. Não faça uma dama e faça-a sentir que perderá o interesse por ele se nada mudar. “

Ou também ele pode estar sofrendo por falta de força na hora do sexo. Por isso nós aqui do blog te convidamos para conhecer o produto chamado Tauron.

Menos cigarros, mais sexo, mais poder

Chegamos martelado todos os dias pela mídia e nossos amigos e familiares sobre como cigarros são ruins, sobre como prejudicial para aqueles que fumam e aqueles em torno deles, sobre o que criar dependência e fazer escravos.

Embora as representações do cinema tenham ajudado a garantir um fascínio sensual ao cigarro (lembre-se das famosas cenas de Casablanca), na realidade os soldados da morte com o filtro também estragam o poder sexual.

Claro que também são informados através de mensagens de dissuasão nas embalagens de cigarros que fumar pode reduzir a fertilidade em ambos os sexos, mas em seres humanos pode ter uma outra consequência: minar as fundações do complexo mecanismo que traz a emoção de pulso sensual em uma poderosa ereção.

Este mecanismo baseia-se fundamentalmente na comunicação entre os sentidos – artérias cérebro-peniana. Num estado de excitação receptores neurológicas enviar impulsos para as artérias presentes na base e no interior do pénis, libertando nitratos e ordenando-os a relaxar permitindo que a dilatação do vaso e o enchimento do corpo cavernoso e os corpos esponjosos presentes no interior do pénis.

As substâncias contidas nos cigarros têm um efeito prejudicial sobre a capacidade do tecido dentro das artérias se contrair e relaxar. Essas paredes internas, tecnicamente chamadas de endotélio, interagem negativamente com a nicotina e o alcatrão.

O efeito do tabagismo é um aumento significativo no possível aparecimento da disfunção erétil, causada pelo bloqueio do complexo mecanismo de ereção e potência sexuais. Isso se aplica a fumantes, ex-fumantes e àqueles que devem fumar passivamente.

Estudos realizados em todas as partes do mundo têm demonstrado de maneira incontestável que homens com menos de 50 anos que são ou foram fumantes têm uma incidência muito maior do que o normal, independentemente da presença de sintomas de doenças no sistema circulatório ou cardíaco.

O fumo contém radicais livres de oxigênio (ou seja, ROS, espécies reativas de oxigênio), que podem reduzir o óxido nítrico (não), que é precisamente a substância produzida pela dopamina para ordenar que as artérias relaxem e permitam o fluxo sanguíneo.

Além dos frios dados científicos, fumar causa outras conseqüências que indiretamente minam a solidez de um relacionamento sexual e poder, diminuindo a atratividade de um homem.

Fumar provoca queda de cabelo, causa mau hálito, diminui a resistência aeróbica, produz olheiras e acelera o envelhecimento da pele.

Se alguém deseja melhorar a vida como casal melhorando o desempenho sexual, não se pode pensar em continuar fumando pacotes de cigarros, gastando pouco a pouco.

Dê um presente para você e seu parceiro, dê a si mesmo uma nova juventude. Se você parar de fumar imediatamente, notará as primeiras melhorias após algumas semanas: sua circulação melhorará substancialmente, permitindo que você volte a ter ereções portentosas como um jovem adolescente cheio de espinhas. As artérias arterioscleróticas típicas de fumantes com mais de 50 anos, vão se livrar das placas formadas por uma dieta ruim e favorecidas pela fumaça que irá melhorar com a simples força de vontade.

Fumar também reduz a vitalidade e o número total de espermatozoides, causando possíveis problemas de fertilidade (isto também se aplica às mulheres e ao número total de oócitos).

Conheça Forteviron, um estimulante masculino que esta dando o que falar.

Falta de excitação no homem: desejo sexual hipoativo

A excitação é uma emoção e subsequente semelhante ao do desejo, mas mais desenvolvido no nível corporal.

excitação é, portanto, como o orgasmo, um fenômeno principalmente físico que envolve uma série de reações neurovegetativas, musculares, endócrinas e assim por diante.

excitação sexual vem do desejo, orgasmo e prepara o organismo em geral produz uma ativação correspondente a uma experiência subjetiva de prazer sexual.

excitação sexual é, portanto, uma percepção, tanto física e mental, de alterações que conduzem à ativação sexual.

Quando as dificuldades sexuais estão relacionadas a essa fase do ciclo de resposta sexual, são chamadas desordens de excitação sexual nas quais a desordem da excitação sexual masculina , descrita a seguir, é classificada como a desordem da excitação sexual feminina . 

Venha descobrir se o estimulante Big Size Funciona.

Esse distúrbio, contabilizado pela primeira vez no DSM5, tem uma prevalência variável dependendo do país de referência e das ferramentas de diagnóstico utilizadas. No entanto, estima-se que o distúrbio esteja presente em 6% da população masculina entre 18-24 anos e em 41% dos homens entre 66-74 anos. A persistente ausência de desejo sexual (maior que 6 meses), entretanto, está presente apenas em 1,8% dos homens entre 16-44 anos.

desordem da excitação sexual masculina é dividida em:

  • Permanente : o homem sempre apresentou a dificuldade;
  • Adquirida : as dificuldades relacionadas à resposta de excitação surgiram após aprendizado cultural e experiências pessoais negativas que podem ter afetado a atitude em relação à sexualidade;
  • Generalizada : a dificuldade em se excitar está constantemente presente e quando os parceiros mudam;
  • Situacional : a dificuldade em se excitar está presente com apenas um parceiro ou apenas em determinadas circunstâncias ambientais.

Ao diagnosticar um distúrbio de excitação sexual masculina, é muito importante levar em conta o contexto interpessoal em que a pessoa se encontra: um desejo sexual mais baixo do que seu parceiro sozinho não é informação suficiente para fazer um diagnóstico. Também é necessário considerar a ausência ou ausência de pensamentos e fantasias sexuais. Quanto às mulheres, há fatores particulares nos homens que desencadeiam o desejo sexual, mas pesquisas mostram que os homens são muito mais ativados por fontes eróticas visuais do que mulheres.

O critério temporal de 6 meses é um fator muito importante para evitar o diagnóstico de distúrbio da excitação sexual masculina em pessoas cuja diminuição do desejo sexual é atribuível a situações específicas da vida temporária: perda de trabalho, luto, gravidez do parceiro.

É claro que não devemos esquecer que, à medida que envelhecemos, há um declínio natural no desejo sexual.

Às vezes, o distúrbio da excitação sexual masculina pode estar associado à disfunção erétil (impotência) ou a distúrbios ejaculatórios ( precoces / tardios / dolorosos ) . Por exemplo, uma dificuldade erétil persistente pode resultar em um declínio no desejo. Homens com um distúrbio de excitação sexual. Eles relatam que nunca são os únicos a tomar a iniciativa na realização de relações sexuais, nem são particularmente receptivos aos sinais do parceiro. Às vezes, na presença de transtorno de excitação sexual, é necessário realizar a preliminar (próprio ou parceiro masturbação) para ligar o desejo: estudos mostram que eles são geralmente homens para começar as preliminares para ligar o desejo dos parceiros, mas isso não acontece a presença do distúrbio ocorre quando o outro está começando e nem sempre é retribuído.

Uma matéria sobre problemas de ereção que todos deveriam ler!

Problemas de ereção: um prenúncio?

Existem três categorias de pacientes:

  • A maior categoria (85% dos casos) inclui homens com mais de 50 anos. Esses homens maduros estão gradualmente acumulando fatores de risco cardiovascular, como diabetes, pressão alta, colesterol, tabaco e álcool. Esses fatores podem induzir a disfunção erétil.
  • Homens com idade entre 30 e 35 anos (10% dos casos), casados ​​há alguns anos. O casal quer um filho, este “arraste um pouco”, o marido nos consulta para verificar se existe um problema de infertilidade subjacente.
  • Jovens de 17 a 20 anos (5%) que, por exemplo, tiveram primeiro intercurso sexual em condições um tanto caóticas e que estão preocupados porque deu errado.

Hoje, acredita-se que a disfunção erétil pode ser um prenúncio, um sintoma sentinela, ou seja, patologia cardiovascular. Isso significa que um número de homens que consultam para disfunção erétil pode mais tarde desenvolver problemas cardiovasculares. Daí a importância de realizar uma avaliação cardiovascular para pacientes com idade acima de 50 anos que consultam seu médico para disfunção erétil. Algumas doenças neurológicas, como a esclerose múltipla ou a doença de Parkinson, também podem induzir a disfunção erétil.

Os “colapsos sexuais” correspondem a um fracasso, trata-se de uma relação sexual que não chega ao fim porque a ereção não era possível ou suficiente. Não há necessidade de se preocupar quando é fugaz, mas repetidamente pode ser um problema. Deve-se notar que algumas circunstâncias podem ser desfavoráveis, por exemplo, relações sexuais após uma noite bem regada.

As causas podem ser orgânicas ou mistas.
Falamos de uma causa orgânica quando há um fator mecânico subjacente. Ao consultar o paciente, uma questão crucial diz respeito às ereções matinais ou noturnas. Ter ereções matinais rígidas é de fato um bom parâmetro da integridade do trato genital. Embora haja algumas exceções, se um homem que se queixa de relatos insatisfatórios geralmente tem ereções matinais rígidas, a causa da disfunção será mais relacional ou psicológica.
Muitas vezes, a causa é multifatorial ou mista: um problema psicológico vem somar ao aspecto orgânico, o que é chamado de ansiedade do desempenho: o homem tem medo de passar.

Tem problema de ereção? Conheça o produto Gandrox XL.

Existem quatro formas de tratamento:

  • As drogas da classe do Viagra, chamados inibidores da fosfodiesterase tipo 5 . Na Bélgica, estes medicamentos estão sujeitos a receita médica. Essas drogas promotoras de ereção só causam uma ereção se houver estimulação sexual. Eles são seguros e eficazes se forem prescritos após um bom interrogatório do paciente. Eles não podem ser prescritos para pacientes que sofrem de angina pectoris e tomar nitratos.
  • Injeções intracavernosas. O paciente auto-injeta uma dose de medicamento no pênis antes do relatório. Este método requer planejamento sexual, é um tratamento mais “químico” de ereção, será causado quase que imediatamente.
  • A bomba de vácuo. O paciente introduz o pênis em um cilindro que cria um espaço de ar ao redor do pênis e gera um influxo de sangue. É melhor para pessoas que têm relatórios pouco frequentes.
  • A prótese peniana. Dois cilindros são implantados nos corpos cavernosos, bem como um reservatório que será colocado no abdômen e um botão colocado na bolsa. Para obter uma ereção, o paciente ativa o botão que causará a transferência de líquido do reservatório para os cilindros.

De fato. A sexualidade de um casal é mais sutil do que uma simples história de ereção e ejaculação. O parceiro também precisa encontrar o caminho, e é por isso que, no momento, os especialistas tendem a ver os pacientes como um casal.
A sexualidade não se restringe a jovens saudáveis: as pessoas da terceira ou quarta idade também têm direito a uma sexualidade, adaptada à sua idade. O problema da “sexualidade e câncer” também merece ser perguntado.

CONHEÇA AS CAUSAS E OS TRATAMENTOS PARA A IMPOTÊNCIA SEXUAL

CONHEÇA AS CAUSAS E OS TRATAMENTOS PARA A IMPOTÊNCIA SEXUAL

As causas da disfunção erétil – também chamada de impotência sexual – podem ser variadas e contar com origens físicas ou emocionais (ou um misto de ambas, dependendo do caso).
Imprimir página

Dados recentes da Sociedade Brasileira de Urologia mostram que 59% dos homens com idade entre 40 e 69 anos têm ou já tiveram algum problema de ereção e, destes, 12% relata que a dificuldade é recorrente. Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) constatou que 15 milhões de brasileiros sofrem com a disfunção erétil, doença que atinge principalmente homens com mais de 40 anos, mas que também tem crescido entre os mais jovens. Ou seja: esta é uma doença bastante comum e que atinge homens de todo o mundo.

As causas da disfunção erétil – também chamada de impotência sexual – podem ser variadas e contar com origens físicas ou emocionais (ou um misto de ambas, dependendo do caso). A impotência tem níveis diferentes, podendo ser classificada de leve a grave, e tende a afetar muito a autoestima e a saúde mental do homem afetado pela condição – também dos seus parceiros.

O que é a impotência ou disfunção erétil?

A disfunção erétil é caracterizada pela dificuldade do homem em manter uma ereção satisfatória durante o ato sexual. A ereção é considerada satisfatória ou de qualidade quando cumpre três principais quesitos: disposição do homem para a ereção, rigidez da ereção e manutenção da rigidez até que se atinja a satisfação sexual. Quando há dificuldades permanentes em relação a qualquer um destes fatores ou a todos, pode ser sinal da impotência sexual.

Praticamente todos os homens em algum momento de suas vidas encontram dificuldades para alcançar a ereção, principalmente em ocasiões estressantes e preocupantes ou quando estão com alguma doença que interfira na libido. No entanto, estas são condições passageiras e comuns. Se a dificuldade é persistente e torna-se cada vez mais frequente, ou até mesmo se a ereção ocorre mas não é satisfatória, é preciso buscar ajuda médica para que seja feito o diagnóstico e correto tratamento.

Em relação à classificação da doença, ela é verificada da seguinte forma:

Leve: a ereção é levemente comprometida e o paciente relata satisfação sexual ocasional.

Moderada: a capacidade de ereção é baixa, mas ainda ocorre. O paciente relata pouca ou rara satisfação no ato sexual.

Grave: capacidade de ereção é seriamente comprometida ou nula. A satisfação sexual também é praticamente ou totalmente nula.

Importante que o paciente saiba que não está sozinho, e que é um dos milhões de pacientes que possuem a doença. Procurando auxílio médico e obtendo o diagnóstico, é possível tratar e recuperar a qualidade de vida.

O que desencadeia a impotência?

Entre as possíveis causas orgânicas da disfunção, alterações de saúde como problemas cardiovasculares, desequilíbrios hormonais e distúrbios neurológicos estão entre as principais razões. Além de ser por si só uma doença, a impotência pode ser sintoma de outras patologias, sobretudo as crônicas. Hipertensão, colesterol alto, diabetes e distúrbios na próstata (como tumores) podem ter relação com os problemas na ereção.

O colesterol alto ajuda a piorar o quadro de disfunção erétil em todos os seus níveis. Isso ocorre porque o colesterol, quando se encontra em níveis alterados no organismo, se cola às paredes das artérias, e seu acúmulo reduz a passagem de sangue diminuindo o fluxo sanguíneo no pênis. No caso do diabetes, as artérias tornam-se mais espessas por conta da doença, o que acarreta em redução do espaço disponível para o fluxo sanguíneo no organismo, impactando também na chegada do sangue ao pênis. Estima-se que aproximadamente metade dos homens com diabetes sofrem ou sofrerão com a impotência em algum momento de suas vidas. Homens jovens com a doença também têm sua ereção comprometida.

Leia também: Big Size 

Outros fatores, como depressão, estresse, problemas financeiros, problemas emocionais, ansiedade, sedentarismo e até mesmo o uso de certos medicamentos para o tratamento de outras doenças podem interferir na qualidade da ereção. Por isso, toda e qualquer doença deve ser relatada ao médico logo na primeira consulta.

Como a impotência sexual pode ser tratada?

O principal sintoma da doença é a dificuldade de manter a ereção. O impacto disso é bastante importante, e pode afetar a autoestima do homem e até mesmo causar problemas nos seus relacionamentos. Quando há uma frequência na dificuldade de ereção, é preciso buscar ajuda médica.

O urologista, especialista neste tipo de alteração, fará um detalhado exame clínico e uma investigação sobre o histórico de saúde do paciente. Além disso, exames laboratoriais e de imagem podem ser solicitados pelo médico para chegar ao diagnóstico. As condições psicológicas e emocionais também são avaliadas para compreender as razões do aparecimento da disfunção.

Alguns exames específicos para o quadro são indicados: a avaliação de tumescência peniana noturna, que verificará a presença de ereções durante o sono e qual a frequência e a rigidez; e ultrassom com doppler, que serve para avaliar o fluxo sanguíneo do pênis.

Normalmente, a primeira opção é o tratamento das chamadas condições subjacentes, ou seja, doenças e alterações que podem estar provocando o aparecimento da impotência. Caso o problema seja hormonal, por exemplo, o médico indicará uma reposição de hormônios e acompanhará a evolução do quadro. Se mesmo após tratadas as doenças que tendem a ser causa da impotência nada for resolvido, outros recursos terapêuticos serão indicados pelo especialista.

Entre os tratamentos para a impotência sexual estão o uso de medicamentos e de dispositivos, como as bombas. O especialista pode também indicar mudanças no estilo de vida, como a prática de exercícios físicos, a redução do consumo de bebidas alcoólicas, o abandono do tabagismo, e até mesmo a busca de um psicólogo ou terapeuta que possa auxiliar com as questões emocionais.

Antes de mais nada, é preciso que o paciente saiba tratar o quadro com o máximo de naturalidade e tranquilidade. Quanto mais ansiedade, mais o tratamento pode ser difícil. O médico está apto a ajudá-lo nesta situação, por isso é essencial responder com total honestidade e transparência as perguntas feitas por ele, sem qualquer tipo de vergonha ou constrangimento. O especialista é quem poderá detectar a real causa da impotência e tratá-la de forma a devolver ao paciente a qualidade e a satisfação sexual.

Maca Peruana BULA – Fórmula, Composição, Ingredientes → Comprar

Maca Peruana BULA – Fórmula, Composição, Ingredientes → Comprar

Que homem gosta de ver sua mulher insatisfeita com seu desempenho sexual? Possivelmente a resposta será nenhum, afinal de contas, nada será mais importante do que poder saciar e satisfazer sexualmente a sua parceira. Consegui fazer isso novamente após a chegada de Maca Peruana Bula na minha vida.

O que por um período, acabei me vendo impossibilitado de proporcionar para minha esposa, causando sofrimento tanto para ela, quanto para mim.

Maca Peruana Mudou a Minha Vida!
Tenho 43 anos e me chamo João Paulo, sou casado há 10 anos. Amo minha esposa, e sempre tivemos uma vida sexual ativa e interessante, mas, devido a alguns problemas que passei profissionalmente, há alguns anos passei a sofrer com disfunção erétil e ejaculação precoce.

Rapidamente busquei ajuda, pois não queria deixar de satisfazer minha mulher na cama, e não aguentava mais a sensação de falta de virilidade, já que eu me sentia menos homem, com baixa autoestima e sem animo para nada. O Maca Peruana bula realmente mudou minha vida.

Meu sonho era voltar a ter ereções duradouras e minha virilidade de volta, e por conta disto, eu procurei por diversos tratamentos, até que encontrei na internet, quando já não tinha mais esperanças, o Maca Peruana composição.

A Solução: Maca Peruana
Apresentado como sendo o melhor estimulante sexual do mercado, o Maca Peruana funciona e me chamou a atenção principalmente por conta da quantidade de depoimentos positivos de diversos homens que o usaram e que estavam novamente felizes.

Busquei por ele no site oficial do produto e em torno de dois dias, ele chegou. Veio em uma caixa super discreta que nem eu saberia identificar o que era. Eles realmente trabalham com discrição e já não houve decepção no passo inicial.

Comecei a usá-lo, e para minha surpresa, em bem pouco tempo comecei a sentir seus efeitos impressionantes: passei a ter mais desejo sexual, minhas ereções ficaram mais longas e intensas e a minha virilidade não apenas voltou: ela aumentou!

Voltei a ser aquele garotão dos velhos tempos e satisfazer minha companheira incansavelmente por longas horas de prazer. Graças ao Maca Peruana funciona que me ajudou e vai ajudar você também, meu amigo!

Bula Maca Peruana
De composição totalmente natural, o Maca Peruana bula garante os melhores resultados sem qualquer tipo de contraindicação ou efeito colateral, sendo que dois de seus ingredientes principais são responsáveis pelos melhores resultados oferecidos pelo produto.

Cafeína: a pílula que deverá ser tomada pela manhã contém cafeína, que acelerará o metabolismo, contribuindo para o emagrecimento e dando mais disposição e energia durante o dia;

Maca Peruana: a pílula que deverá ser tomada de noite contém maca peruana, que é um afrodisíaco natural, sendo consumida há séculos pelos índios da América do Sul.

Maca Peruana Funciona de Verdade
O Maca Peruana bula vem descrito que é composto de dois potes, que contém fórmulas diferentes, sendo necessário que cada um seja consumido em diferentes momentos do dia:

1 pílula de um de manhã (fórmula com cafeína)
e outra pílula do outro à noite (fórmula com maca peruana).
Ao fazer isto, o Maca Peruana funciona garantindo os melhores efeitos e os melhores resultados, com os seguintes benefícios sendo sentidos em bem pouco tempo.

Entre os benefícios comprovados estão:

Dá mais vitalidade e energia e disposição;
Aumenta o desejo sexual;
Elimina a disfunção erétil e a ejaculação precoce;
Aumenta o prazer durante o ato sexual;
Aumenta a fertilidade, já que amplia a produção de esperma.
Satisfação Garantida ou Seu Dinheiro de Volta!
EXPERIMENTAR AGORA!

Vale a Pena Comprar Maca Peruana?
Agora se você tem dúvidas sobre se vale a pena ou não o Maca Peruana comprar, saiba que eu também tive esta mesma dúvida, e se eu, por um acaso tivesse sucumbido às dúvidas, hoje eu não estaria tão feliz com a minha performance sexual.

Portanto, se você quer saber se vale a pena comprar este produto, dê uma pesquisada rápida na internet, e você verá uma grande quantidade de homens como eu, que estão muito satisfeitos com os comentários do Maca Peruana Depoimentos.

Satisfação Garantida ou Seu Dinheiro de Volta!
EXPERIMENTAR AGORA! Duromax Funciona

Maca Peruana Reclame Aqui
E para saber se o Maca Peruana realmente está com boa reputação frente aos seus consumidores, que tal consultar o site de reclamações Reclame Aqui? Até o presente momento, não há reclamações feitas contra o produto por lá!

Isto só reforça o quanto o Maca Peruana Reclame Aqui realmente é confiável e deixa seus consumidores felizes e altamente satisfeitos com seus benefícios.

Maca Peruana Depoimentos
Olhei o Maca Peruana Depoimentos e agora não tive sombras de dúvidas, todos que utilizaram o produto gostaram do resultado e mudaram de vida, acompanhe aqui abaixo alguns dos depoimentos:

Preço Maca Peruana
É importante ressaltar que para que os efeitos sejam sentidos, será necessário sempre comprar ao menos dois potes do Maca Peruana fórmula, já que uma é para ser consumida de manhã, e outra de noite, combinadas. Essas são algumas das ofertas disponíveis para a compra do produto:
Maca Peruana Comprar
Para Maca Peruana comprar, você não precisará sair de casa, já que a forma mais segura e confiável será acessar o site, que utiliza a plataforma de pagamento mais confiável e segura da atualidade: a Monetizze.

Passo 1: O primeiro deles é acessar o site oficial do fabricante: LINK

Passo 2: Escolha a quantidade de potes desejada, preencha um formulário com seus dados pessoais e escolha a forma de pagamento (cartão de crédito ou boleto bancário), você poderá fazer sua compra e esperar a entrega com FRETE GRÁTIS em sua casa.

Garantia de 30 dias ou seu dinheiro de volta!
Está pensando que acabaram as boas notícias? A equipe Maca Peruana se preocupa muito com seus clientes.

Além de assegurarem todo o processo da chegada do seu produto em casa com segurança e discrição, há também uma garantia de 30 dias para devolução do seu dinheiro, se não houver nenhum efeito.

O que nunca aconteceu, já que o Maca Peruana bula não tem nem uma reclamação, imagine devoluções. Maca Peruana funciona mesmo.

tratamento para impotência Viagra Natural Para Aumentar o Pênis

Tratamento para impotência Viagra Natural Para Aumentar o Pênis

o Tratamento para impotência é composta por produtos 100% naturais que funciona para aumentar o o pênis e garante uma ereção mais forte e duradora, permitindo maior prazer nas relações sexuais.

Descubra como o tratamento para impotência funciona no seu corpo e como toma-lo diariamente pode aumentar seu desempenho sexual !

Tudo sobre o tratamento para impotência (Etratamento para impotência)
Bom desempenho sexual costuma ser um ponto vulnerável para os homens. Diferente das mulheres, não podemos simplesmente fingir que está tudo bem, nosso corpo físico precisa de uma condição especial para a relação acontecer completamente.

Sem ter uma ereção não é possível haver a penetração que faz com que o prazer seja maior e completo. Nós não ficamos felizes, e nossas parceiras também não. Falhas repetidas podem levar à frustração, à depressão, e até mesmo ao fim do relacionamento.

O estresse do dia a dia, problemas pós operatórios, idade avançada, consumo de drogas e álcool em excesso, todos esses são fatores que comprometem diretamente o comportamento sexual do homem.

Por ser um problema global que afeta homens do mundo todo, a Healwheel Laboratories Europe criou o composto natural chamado tratamento para impotência ou etratamento para impotência. Como o próprio nome diz as cápsulas proporcionam um aumento do pênis e ereções mais fortes e prolongadas.

Entenda como o tratamento para impotência (Herus Caps Funciona) funciona

Clique o botão “Quero Comprar” e garanta já o seu tratamento para impotência (etratamento para impotência)
Para que o pênis fique ereto é preciso que os corpos cavernosos que o compõem encham-se de sangue. O mecanismo que faz isso acontecer está diretamente ligado com o equilíbrio dos hormônimos para haver o desejo sexual.

Quanto mais os corpos cavernosos puderem armazenar sangue e manter esse armazenamento, maior será a potência e duração da ereção. Os componentes de tratamento para impotência promovem uma expansão do tecido dos corpos cavernosos o que permite armazenar maior quantidade de sangue.

Usando o produto continuamente você também sentirá um aumento de sensibilidade que aumentará seu prazer e a intensidade dos orgasmos. Além disso, o composto aumenta a concentração de testosterona que é o hormônio responsável pelo desejo sexual masculino.

A ação antioxidante de tratamento para impotência garante a produção de novas células que são essenciais na promoção da expansão dos corpos cavernosos. Isso fará com que a qualidade das ereções melhore conforme o tempo de uso do composto.

tratamento para impotência é viagra natural
A maioria dos medicamentos que ajudam no desempenho sexual causam efeitos colaterais relacionados a enfraquecimento do coração, abrindo a possibilidade de infartos e isquemias.

tratamento para impotência é um viagra natural completamente composto por ingredientes naturais, conheça os principais:

Theobroma cacao
3,7-dimetilxantina
Leucoantocianidina
Grupo de antioxidantes e energéticos que atuam e contribuem para a regeneração das células formando novos tecidos que ampliam os corpos cavernosos.

Paullínea Cupana
1,3,7-trimetilxantina
1,3-dimetilxantina
Estimulante eficaz para aumento da disposição e energia, contribuindo para o incremento do apetite sexual.

Euterpe Oleracea
pyridine-3-carboxylic
Antocianina
Aumenta a saúde do sistema circulatório ajudando o fluxo sanguíneo que expande de forma intensificada os corpos cavernosos, aumentando e potencializando a ereção.

Solanum Sessiliflorum
Pyridine-3-carboxamide
Flavan-3, 4-dióis
É o ingrediente secreto de tratamento para impotência. Esse composto é extraído de fruta originária da Amazônia e age diretamente no aumento da taxa de testosterona que condicionam o interior do pênis para ereções mais duradouras.

Como a composição de tratamento para impotência é natural, ele não tem contra indicações, não existem riscos para o coração ou outros órgãos. Milhares de homens, no mundo inteiro, consomem as cápsulas e estão muito satisfeitos. O produto é líder de mercado na Europa.

Da mesma forma tratamento para impotência não tem efeitos colaterais e pode ser consumido tranquilamente. Indicamos apenas que pessoas com problemas de saúde pré-existentes consultem o médico para saber se podem tomar o composto. E para ajudar ainda mais, a fórmula não contém glúten e é aprovada pela ANVISA.

Para maior segurança dos consumidores o composto foi testado em laboratório e as pesquisas feitas com mais de 400 homens comprovaram que ele realmente aumenta a potência e o prazer nas relações sexuais.

Não estamos falando aqui de um grupo homogêneo, mas sim homens dos mais diversos tipos e nacionalidades. Isso mostra que o composto é eficaz qualquer que seja a compleição física ou metabólica da pessoa. Realmente funciona !

Sem contra-indicações e você ainda pode pedir reembolso se não ficar satisfeito com os resultados. Isso mesmo ! Se você consumir tratamento para impotência todos os dias durante 30 dias (60 cápsulas) e não notar mudança em suas ereções e apetite sexual, pode pedir o reembolso do valor pago 100%.

Se você está cansado de não funcionar na Hora “H” e tem medo de que sua parceira abra espaço para a concorrência, experimente tomar tratamento para impotência agora e sinta suas ereções e apetite sexual aumentarem, deixando você pronto para proporcionar muito prazer para você e sua parceira.

Comprar tratamento para impotência Original